Escola de Redes

4SHARED BANIU A CONTA DA BIBLIOTECA DA E=R

Já era esperado. Mas finalmente aconteceu. O 4Shared baniu a conta onde estavam cerca de 1 mil textos da Biblioteca da Escola-de-Redes. 

Fui acessar hoje um texto e apareceu o aviso:

 

This account has been banned due to breaking 4 shared Terms of Use

 

Bem, felizmente - com a ajuda de muitos conectados aqui - conseguimos fazer upload dos textos em 12 servidores diferentes antes da punição.

Então não é bem uma tragédia para nós. Mas é uma tragédia para a humanidade esse tipo de vigilância e controle exercido por empresas que resolveram lucrar com o serviço sujo de restringir a liberdade na Internet.

Os motivos apresentados são risíveis: fizemos upload de textos para fins exclusivamente educacionais e de pesquisa, facultando acesso gratuito universal. E textos que, em sua maioria, já são, na prática, de domínio público (estão em todo lugar na Internet), como os de Ivan Illich ("Sociedade sem Escolas") e de Douglas Hofstadter ("Gödel, Escher, Bach").

Encaro tudo isso como uma espécie de estrebuchar. Os caras já morreram mas não querem ser enterrados. Suas carcaças ficam por aí atravancando o caminho. Enquanto isso, nós... passarinho!

Exibições: 1216

Comentar

Você precisa ser um membro de Escola de Redes para adicionar comentários!

Entrar em Escola de Redes

Comentário de Julio Carvalho em 8 setembro 2012 às 17:16
Comentário de Marcelo Cardoso em 7 agosto 2012 às 7:57

o esquema para evitar isso é peer-to-peer..

com certeza teremos grande quantidade de arquivos em máquinas, mas não perderemos mais, pois cada um vai baixando, e a própria rede se encarrega de guardar.

Comentário de Ana Lucia Nogueira Junqueira em 2 agosto 2012 às 8:20

Esperado, mas absurdo! Tentativa de controle, reedição de Fahrenheith 45 ou do Al Massir (O destino) filme sobre o filósofo do século XII, Averróis, direção de Youssef Chahine. Também em edição atualizada, como os seguidores de Averróis conseguimos "salvar"  os artigos em outros servidores.

 

Comentário de Heródoto F. Bento-DeMello em 2 agosto 2012 às 2:19

É... com este comportamento, isso inviabiliza a tal da nuvem, o que não deixa de ser uma coisa boa. rs rs rs

Comentário de Rodrigo Gerolineto Fonseca em 1 agosto 2012 às 23:07

Enquanto as pessoas se tonam livros-vivos conhecendo em rede, os "mal-enterrados" dos direitos autorais se comportam como o "corpo-seco" da lenda, rejeitado pela terra, vaga por aí assombrando as pessoas.

Comentário de Antonio Silvio Hendges em 1 agosto 2012 às 20:21

Solidariedade aos que lutam por comunicação livre. Sempre em frente, Augusto. Sempre!!!!! Excelente trabalho!

Comentário de Jefferson de Oliveira Domingos em 1 agosto 2012 às 17:37

Lamentável !

"Os cara já morreram mas não querem ser enterrados",... e acrescento eu: Ficam assombrando a rede.

Comentário de Augusto de Franco em 1 agosto 2012 às 15:12

É... Pelo que estou vendo agora a perseguição foi maior do que imaginei inicialmente. As contas em vários outros serviços foram banidas também. Existem escritórios de investigação que trabalham dia e noite fazendo varreduras em todos os lugares procurando textos com direitos autorais. Essas empresas são contratadas, em geral, por editoras. O autor nem fica sabendo e nada ganha com isso (na minha opinião perde e muito). Temos um problema depois dessa ofensiva dos trancadores de conhecimento. Eles não emplacaram SOPA e PIPA mas, usando as leis já existentes, pressionaram os sites que aceitam uploads de textos para fechar as contas. Algumas vezes (suponho agora) sem aviso prévio.

Comentário de Christyne Rodrigues em 1 agosto 2012 às 14:53

Que absurdo!

Minha conta também foi banida e o pior é que eram materiais que não estavam mais em meu PC!

Mas precisamos reagir.

Precisamos continuar sempre compartilhando informações qualificadas para poder mudar este estado de ignorância coletiva que permite regimes populistas repressores.

Comentário de Jaime Jiménez Pernett em 1 agosto 2012 às 13:34

Eu tenho pouco tempo na Escola de Redes, só hoje e descobrir a existência deste importante biblioteca. Lamento muito o que fez 4SHARED. Você já tentou enviar tudo para ferramentas como o Dropbox e Google DRIVE? Eu não posso imaginar que toda esta informação pode ser perdida.
ps. Desculpe se o texto é um pouco estranho, é que eu usar um tradutor, porque eu vivo na Espanha e fala espanhol, embora eu possa ler Português.

© 2017   Criado por Augusto de Franco.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço