Escola de Redes

Joao Augusto Figueiro
  • Masculino
  • Sao Paulo
  • Brasil
Compartilhar no Facebook Compartilhar
  • Mensagens de blog
  • Tópicos
  • Eventos
  • Grupos (2)
  • Fotos
  • Álbuns de Fotos
  • Vídeos

Amigos de Joao Augusto Figueiro

  • RUTH VIOTTI SALDANHA
  • Ieda Garms Macedo Lamb
  • Fabio Andriani Paiva
  • Vera Maria dos Santos Moreira
  • Clara Pelaez Alvarez
  • Carlos Lopes
  • Ivan Mello

Grupos de Joao Augusto Figueiro

 

Página de Joao Augusto Figueiro

Caixa de Recados (6 comentários)

Você precisa ser um membro de Escola de Redes para adicionar comentários!

Entrar em Escola de Redes

Às 1:55 em 2 maio 2010, Ieda Garms Macedo Lamb disse...
Oi João, Só agora te achei aqui...muito carinho mesmo e feliz por te encontrar.."o mundo está muito dito, a vida muito pensada: fico ao teu lado" Que tal, Ivan ilitch, para começar..?? Muitas crianças de 5 a 6 tem, sido "dopadas" com Ritalina...Claro, muitas corretamente, mas o assunto, merece nossa reflexão...E vc...parece ser bastante indicado para comentar o assunto....
Às 15:31 em 25 julho 2009, Carlos Lopes disse...
João
Seja bem vindo. Fico a disposição para ajuda-lo a entender esse ambiente.
Duas sugestões:
1- Como voce está em SP, sugiro aderir ao Nodo SP (Vá até grupos). No final de agosto de 2009, vamos fazer um encontro para conversar sobre redes em SP
2 - Note que uma grande preocupação nesse espaço é manter os diálogos em torno do tema redes. Essa preocupação é no sentido de cuidar para que este espaço não se torne um espco de propagandas, conversas futeis, etc (para isso já existem outros canais na internet.
Penso que assim que consolidarmos um pouco melhor nossa rede "primeira infancia" podemos contar aqui um pouco da nossa experiencia
Às 3:53 em 25 julho 2009, Ivan Mello disse...
grande joão
quem diria, agora na escola de redes
benvindo
Às 15:18 em 24 julho 2009, Vera Maria dos Santos Moreira disse...
Que bom voce estar aqui! O que transborda do coracao sai pela boca ( ou pelas teclas)
Às 5:17 em 24 julho 2009, Augusto de Franco disse...
Olá Sérgio,
conquanto seu trabalho seja muito relevante, as regras da Escola-de-Redes não permitem panfletar: enviar a mesma mensagem para os participantes. Leia, por favor, com atenção, o texto Sobre a constituição da Escola-de-Redes até o fim. Abraços.
Às 4:53 em 24 julho 2009, Joao Augusto Figueiro disse...
Sugiro uma visita ao Instituto Zero a Seis* - www.zeroaseis.org

Lançado em 2006, o Instituto Zero a Seis é uma organização humanitária sem fins lucrativos,não governamental e não-sectária, sem qualquer filiação partidária, com sede na cidade de São Paulo, Brasil. Atua sempre com bases nas melhores evidências científicas (resiliência e salutogênese), com a ajuda de todos os tipos de cuidadores e profissionais direta ou indiretamente envolvidos com o cuidado de crianças na primeira infância em todo o país.

Missão: Nossa missão é sensibilizar, conscientizar e mobilizar a sociedade brasileira para destacar a importância do desenvolvimento do individuo na primeira infância, na promoção da cultura de paz e na construção da cidadania. Nosso foco é promover a cultura de paz e colaborar na construção de uma sociedade mais saudável através de ações e ensinamentos aplicados às etapas vão desde o período pré-concepção - através do planejamento familiar - prosseguindo na gravidez, período pré-natal, parto e cuidados pós-natal até o final de primeira infância.

Realizamos pesquisa, coletamos e divulgamos conhecimentos científicos, construímos redes e ajudamos na formulação de políticas e práticas públicas e privadas que levem em consideração estas etapas fundamentais de formação do caráter. O Instituto Zero a Seis realiza pesquisas científicas e difunde conhecimentos relacionados à primeira infância, constrói e colabora na construção de redes e direta e indiretamente influencia políticas públicas sobre a importância desta questão. É composto por uma equipe multidisciplinar, incluindo psiquiatras, neurologistas, psicólogos, educadores, advogados e artistas, entre outros. Esforçamo-nos para implementar este projeto, através do qual, esperamos contribuir para tornar os brasileiros conscientes da importância da primeira infância para a construção de uma sociedade pacífica.

Acreditamos que trabalhar com crianças é a forma mais eficaz de reduzir a violência e construir um futuro melhor. Todas as pessoas interessadas em colaborar são bem-vindas, sem qualquer tipo de discriminação. O Instituto Zero a Seis visa o surgimento de uma sociedade saudável, social e psicologicamente, somando-se aos esforços de entidades congêneres que também promovem a cultura da paz no Brasil. Nossa meta é ajudar a aglutinar diferentes áreas e profissionais (cientistas, profissionais de saúde, educadores, advogados e juízes, comunicadores, especialistas em cultura de paz e primeira infância, gestores, políticos, empresários e líderes comunitários), envolvidos com o objetivo de disseminar a cultura de paz desde o período mais relevante e crucial de constituição do caráter: a primeira infância.

Objetivos:

1 - Pesquisar, produzir e difundir informações científicas relacionadas com a importância do planejamento familiar, dos períodos pré-concepção, pré-natal, parto, pós-natal e primeira infância na constituição neurológica, psicológica e social do ser humano,
2 - Influenciar e interferir na elaboração de políticas públicas, bem como nas práticas privadas, familiares e comunitárias relacionadas com a educação e o desenvolvimento infantil na primeira infância;
3 - Motivar os círculos científicos, normalmente não envolvidos, com o binômio "primeira infância / cultura da paz" e avaliar novas formas de assistência médica e psicológica durante a gravidez e infância;
4 - Desenvolver e manter uma rede de multiplicadores bem treinados em todo o país que irá ajudar a divulgar o conteúdo e as práticas propostas pelo Instituto Zero a Seis.

Quem somos:

Somos um grupo de professores renomados, cientistas e pesquisadores com um extenso histórico de contribuições comunitárias, profissionais de saúde, do entretenimento, da educação, do direito e da justiça, da comunicação, da cultura de paz, dos direitos humanos e da publicidade.

Graças ao apoio de nossos fundadores, alguns dos nossos custos administrativos têm sido cobertos. Nosso objetivo é garantir que todos os recursos financeiros e doações sejam aplicados diretamente em nossos principais projetos e sujeitos a permanente auditoria. Isto garantirá total transparência e a correta gestão de todos os recursos obtidos.
Como entrar em contato: www.zeroaseis.org ou 55 (11) 3287 9206 ou jfigueiro@uol.com.br

Você também pode ajudar: Você também pode ajudar a reduzir a violência, a promover o desenvolvimento da cultura de paz e não-violência e o melhor cuidado de crianças no Brasil através do Instituto Zero a Seis. "O bom atendimento de crianças privadas de uma vida familiar normal pode agora ser visto como sendo não apenas um ato humanitário comum, mas essencial para o bem-estar mental e social de uma comunidade. Pois, quando os seus cuidados são negligenciados, como acontece hoje em muitos países do mundo ocidental, elas crescem e reproduzem tais comportamentos. As crianças privadas destes cuidados essenciais no início de suas vidas, quer nas suas próprias casas ou fora delas, são fontes de novas “infecções sociais” com a mesma importância e gravidade que os portadores de difteria e febre tifóide. E do mesmo modo que medidas preventivas conseguiram reduzir estas doenças a proporções insignificantes, ações assertivas podem também reduzir de forma imediata e significativa o número de crianças privadas em nosso meio e o conseqüente crescimento de adultos que possam reproduzir estas práticas"- John Bowlby em Cuidados Maternos e Saúde Mental, Genebra, Organização Mundial da Saúde, 1952. Recentes pesquisas mostram que a violência é mais facilmente reproduzida por indivíduos que enfrentaram problemas na primeira infância, incluindo aqueles que nasceram como resultado de uma gravidez indesejada. Neste contexto, a UNESCO em sua “Declaração Mundial sobre Educação para Todos de 1990” estabelece que a aprendizagem inicia no nascimento, chamando a atenção para a importância dos cuidados e educação na primeira infância através de acordos envolvendo famílias, comunidades e programas institucionais. Uma vez que o ambiente da primeira infância determina em grande medida o comportamento dos indivíduos em sua adolescência e vida adulta, as políticas que têm por alvo os primeiros anos da infância têm-se revelado um forte instrumento de transformação social. Estas políticas são extremamente relevantes em um país como o Brasil, onde cerca de três milhões de crianças nascem a cada ano. Você também pode ajudar a reduzir a violência, promover a cultura de paz e de não-violência e o melhor cuidado de crianças no Brasil através do Instituto Zero a Seis. Para isso entre em contato conosco.


João Augusto Figueiró

Presidente
Instituto Zero a Seis
Av. Paulista, 2073 - Horsa I - 2112
01311-940 - Conjunto Nacional
Bela Vista - São Paulo - SP
55(11) 3287 9206
jfigueiro@uol.com.br
www.zeroaseis.org
 
 
 

© 2019   Criado por Augusto de Franco.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço