Escola de Redes

TRANSIÇÃO ORGANIZACIONAL

Informação

TRANSIÇÃO ORGANIZACIONAL

Transição Organizacional | A transição da organização piramidal para a organização em rede.

Membros: 233
Última atividade: 12 Nov, 2018

QUAL O TRABALHO DESTE GRUPO

Este grupo foi criado para elaborar coletivamente um programa de transição organizacional: da organização piramidal para a organização em rede. O nome provisório deste programa é TRANSIÇÃO. Trata-se de uma experiência inicial - assemelhada, talvez, ao crowdsourcing - que não sabemos ainda como vai funcionar.

Transição é um programa de sustentabilidade para organizações baseado na evidência de que tudo que é sustentável tem o padrão de rede.


O objetivo do programa é criar condições para que empresas e outras instituições hierárquicas encontrem o seu próprio caminho de busca da sustentabilidade (organizacional).


O programa prevê a transição (substituição gradual) dos modelos de gestão baseados em comando-e-controle para modelos de gestão compartilhada visando a construção de sistemas de governança em rede no qual estejam conectados não apenas os colaboradores internos da organização mas também uma parte expressiva de seus demais stakeholders.


Uma vez desenvolvido este programa, ele será de Domínio Público. Isso significa que qualquer pessoa poderá aplicá-lo em qualquer organização, seja por meio de trabalho voluntário ou remunerado, desde que seja preservado o direito moral dos seus autores e da Escola-de-Redes.

Serão considerados autores os que trabalharem no desenvolvimento do programa (propondo elaborações detalhadas para cada uma de suas fases) e não apenas os que se registrarem neste grupo. Só devem se registrar neste grupo os que estiverem dispostos a trabalhar no programa.

Clique AQUI para ver a proposta inicial.

Quem não concordar com este projeto pode abrir outro grupo.

Três leituras importantes sobre o tema deste Grupo:

TASPCOTT, Don & WILLIAMS, Anthony (2006). Wikinomics. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2007.

HOWE, Jeff (2008). Crowdsourcing (O poder das multidões: por que a força da coletividade está remodelando o futuro dos negócios). Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

FRANCO, Augusto (2008). Tudo que é sustentável tem o padrão de rede: sustentabilidade empresarial e responsabilidade corporativa no século 21. Curitiba: Escola-de-Redes, 2008.

Mais uma referência importante:

BRAFMAN, Ori & BECKSTROM, Rod (2006): The Starfish and the Spider. NY: Penguin Group, 2006 (não está disponível online, mas existe tradução brasileira: Quem está no comando? A estratégia da estrela-do-mar e da aranha: o poder das organizações sem líderes. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007).

Fórum de discussão

INDICADORES DE REDE PARA MEDIR INOVATIVIDADE 3 respostas 

Iniciado por Augusto de Franco. Última resposta de Ana Matilde Tenório da Motta 1 Out, 2013.

REDE E INOVAÇÃO EM EMPRESAS

Iniciado por Augusto de Franco 4 Set, 2013.

EMPRESA E INOVAÇÃO NA SOCIEDADE EM REDE 1 resposta 

Iniciado por Augusto de Franco. Última resposta de Luiz de Campos Jr 17 Jul, 2013.

1 | Sensibilização 28 respostas 

Iniciado por Augusto de Franco. Última resposta de Paulo Leonardo Benício Praxedes 6 Jun, 2013.

POR QUE AS EMPRESAS QUEREM MUDAR SEM MUDAR 2 respostas 

Iniciado por Augusto de Franco. Última resposta de Claudio Estevam Próspero 6 Dez, 2012.

Como horizontalizar as interações de uma organização 3 respostas 

Iniciado por Sergio Spritzer. Última resposta de Augusto de Franco 30 Out, 2012.

Industry clusters: The modern-day snake oil 2 respostas 

Iniciado por Augusto de Franco. Última resposta de Paulo Ganns @pganns 18 Jun, 2012.

A GRANDE IDEIA Primeiro vamos demitir todos os gerentes 2 respostas 

Iniciado por Augusto de Franco. Última resposta de Augusto de Franco 6 Jun, 2012.

Crowdsourcing a Estrategia

Iniciado por Fernando A Domingues Jr 11 Maio, 2012.

A moda nas empresas é mandar menos 6 respostas 

Iniciado por Augusto de Franco. Última resposta de Paulo Ganns @pganns 1 Maio, 2012.

Why I Run a Flat Company 4 respostas 

Iniciado por Augusto de Franco. Última resposta de Fernando A Domingues Jr 30 Abr, 2012.

CECOSESOLA, uma experiência impressionante!! 1 resposta 

Iniciado por Fernando Cesar Pires Baptista. Última resposta de Marcelo Estraviz 18 Fev, 2012.

VIDA E MORTE DAS EMPRESAS NA SOCIEDADE EM REDE 3 respostas 

Iniciado por Augusto de Franco. Última resposta de Augusto de Franco 5 Dez, 2011.

RETAIL RENAISSANCE

Iniciado por Augusto de Franco 7 Set, 2011.

UM EXERCÍCIO PRAGMÁTICO DO PAULO GANNS 3 respostas 

Iniciado por Augusto de Franco. Última resposta de Lía Goren 23 Maio, 2011.

Criar cadeias de conhecimento pode ser um caminho para a transição? 5 respostas 

Iniciado por Sergio Storch. Última resposta de Sergio Storch 17 Fev, 2011.

PROPOSTA INICIAL 47 respostas 

Iniciado por Augusto de Franco. Última resposta de Rebeca Paciornik Kuperstein 22 Ago, 2010.

9 | Constituição da organização virtual (espelho) paralela 7 respostas 

Iniciado por Augusto de Franco. Última resposta de Hainner Azevedo 12 Jun, 2010.

11 | Geração da nova organização 1 resposta 

Iniciado por Augusto de Franco. Última resposta de José Gilberto Formanski 1 Jun, 2010.

4 | Constituição do Embrião da Rede 11 respostas 

Iniciado por Augusto de Franco. Última resposta de Augusto de Franco 27 Maio, 2010.

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de TRANSIÇÃO ORGANIZACIONAL para adicionar comentários!

Comentário de Claudio Estevam Próspero em 30 janeiro 2011 às 15:02

Car@s, 

Estou fazendo uma "campanha na WEB" de retomada deste assunto, já que a IBM, via Mauro Segura - líder de Marketing e Comunicação da IBM Brasil - está promovendo o assunto.

Minhas inciativas deste Domingo:

@prosperoclaudio  (Twitter)

------

http://www.facebook.com/people/Claudio-Estevam-Prospero/1253621184

-------

http://redessociaisgovernanaliderana.blogspot.com/2011/01/mauro-seg...

-------

Mensagem de e-mail para meus contatos.

 

Abraços.

Comentário de Sergio Storch em 23 novembro 2010 às 18:34
Amigos, vou acampar neste Grupo e iniciar um trabalho que pode ser útil para a E=R. Os conteúdos gerados especificamente neste Grupo serão preciosos para um projeto em que me encontro atualmente.

Então, vou wikificar essas 17 páginas de recados e todas as discussões desses fóruns acima. Quem topar fazer comigo, e irmos aprendendo juntos no caminho, me alegrará muito.

Um abraço a todos
Sérgio
Comentário de Augusto de Franco em 8 agosto 2010 às 16:18
Um exemplo de uma nascente empresa em rede http://empresateia.ning.com
Comentário de Paulo Ganns @pganns em 8 agosto 2010 às 16:03
Comentário de OCTAVIO JOSÉ PESSOA FERREIRA em 2 agosto 2010 às 11:10
http://app.ecentry.com/3/s/?62381.86027.37.0.be3a8a4

Penso que o evento do site acima nos interessa. Especialmente para quem é do RJ. Possivelmente estarei presente.

Um abraço.
Comentário de Claudio Estevam Próspero em 19 julho 2010 às 0:05
Os livros tem sido ruins para nós? por Rob Paterson Tradução de: Have books been bad for us?

http://escoladeredes.ning.com/profiles/blogs/os-livros-tem-sido-rui...
Comentário de Marcelo Estraviz em 11 julho 2010 às 15:05
E tinha o Henry Ford, com um arco-iris de opções em cores de carros, desde que fossem pretos.
Comentário de Robson Barros em 11 julho 2010 às 13:00
"Antigamente era os padres com suas batinas pretas, seus chapéus pretos, seus sapatos pretos , seus breviários pretos. Hoje são os executivos com seus ternos pretos, seus sapatos pretos, suas pastas pretas, seus laptops pretos. Duas Classes Sacerdotais" - Rubum Alves
Comentário de Augusto de Franco em 7 julho 2010 às 18:19
Eu entrei também na plataforma, João Paulo. Me pareceu uma boa iniciativa. Vamos ver o que rola.
Comentário de João Paulo Brandão Barboza em 6 julho 2010 às 9:07
Pessoal,

Recebi o convite para entrar na empresa Teia que diz ser a primeira empresa 100% em rede do Brasil. Esse é um caso, pelo que me parece, de uma empresa que já começou em rede, ou seja, não precisa de transição.

Será esse um modelo de empresa em rede para as empresas
hierarquizadas ? Qual a avaliação de vcs nesse caso?

Empresa Teia: http://www.empresateia.com.br/


Abs,

J.P
 
 
 

© 2021   Criado por Augusto de Franco.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço