Escola de Redes

Motivado um pouco por uma reflexão sobre grupos e plataformas virtuais, gostaria de propor que nos conhecêssemos melhor e contássemos o que buscamos neste grupo ou qual é nossa relação com o tema "Análise de Redes Sociais".

Sinta-se convidado(a) a se apresentar :-)

Exibições: 916

Respostas a este tópico

Pra começar.. nasci e moro em Sorocaba, interior de São Paulo. Trabalho em São Paulo junto com meus amigos da Papagallis em projetos de criação de espaços de reflexão, diálogo e redes.

Tenho 26 anos, sou graduado em Análise de Sistemas pela Universidade de Sorocaba, mas minha formação se deu (e se dá muito mais nos projetos que participo (nada contra a UNISO ou a universidade em si!)

Além de Analista, sou músico, sanfoneiro, acordeonista ou como quiser chamar :-) Gosto de forró, da cultura popular brasileira folclórica, da natureza, da floresta, de dançar e de viajar.

Atualmente estudo e reflito sobre Dinamicas de Sistemas, Netweaving e Biologia Cultural, e to tentando estudar um pouco Análise de Redes Sociais.

Sou adapto do Software Livre. Para mim, o software livre é um dos maiores e melhores exemplos de trabalho, produção e colaboração em rede e sustentabilidade das relações humanas.

Enfim, me explico um pouco assim :-)

Quanto a ARS, meu interesse é um pouco em relação a reflexão que ver um mapa feito a partir da ARS gera em cada indivíduo. Estou aqui neste grupo para compartilhar ferramentas, formas de como fazer ARS e descobrir outros usos além desse que faço.
Legal esta iniciativa, Ronaldo!

Seria muito, muito bacana se todos respondessem!

Quanto a mim, considero-me autodidata, livre pensadora e transdisciplinar. Meu interesse por ARS começou há uns dez anos, quando trabalhando na época com gestão de conhecimento, me perguntei como mostrar a uma organização que a GC valia a pena. Fiquei pensando que era necessária uma métrica, ou algo pelo estilo... Na época procurei um monte e não encontrei nada. Então, resolvi criar uma. Mudei o foco dos pontos para a relação entre os pontos, associei a idéia à sociometria do Moreno e criei um primeiro modelo. Esse primeiro modelo foi todo feito na mão e eu precisava desenvolver softwares que calculassem e desenhassem as redes.

Desenvolvi um software o Neurocalc que faz os cálculos dos fluxos "síncronos e assíncronos" da rede, mas ainda faltava desenvolver um software para desenhar as redes. Comecei a pesquisar na internet, foi quando topei com o pessoal da SNA e descobri que muita gente já estava pesquisando o assunto. Aí comecei a estudar tudo o que havia sobre o tema. E acabei descobrindo que havia criado um jeito de fazer ARS que simplificava imensamente a coisa e que era muito eficiente para redes fechadas. Foi quando percebi que um analista de redes não tinha que adotar um método específico e sim ser capaz de analisar qualquer rede em qq ambiente escolhendo a melhor forma, dado um determinado contexto.

Continuo pesquisando e aprendendo sobre ARS e quero (muito!) criar um grupo de pesquisas independente sobre o tema. Uma das minhas atividades neste momento é desenhar uma plataforma on-line onde estejam disponíveis alguns softwares de ARS e uma estação para a captura de dados. A idéia é diminuir a complexidade técnica da análise, simplificar o uso dos softwares... Isso vai ser desenvolvido em software livre e vai ficar disponível para quem quiser usar.

Atualmente tenho uma empresa, a Neuroredes, cuja missão é disseminar todo esse conhecimento e fazer ARS.
Ou seja, ARS pra mim, não é uma curiosidade, e sim um meio de vida. O estudo/pesquisa das estruturas/dinâmicas das redes é minha atividade principal, minha paixão há já um bocado de tempo.
Meu nome é Sérgio Parreira Pereira, Engenheiro Agrônomo, Mestre e Doutorando em Agronomia/Fitotecnia. Trabalho com a cultura do Café.
Atualmente, Pesquisador Cientifico do Instituto Agronômico de Campinas – IAC e há três anos atuo como mediador de uma comunidade de prática chamada MANEJO da LAVOURA CAFEEIRA na plataforma PEABIRUS. Hoje nossa comunidade tem mais de mil integrantes e recendente completamos ½ milhão de acessos.
Acompanho diariamente a evolução da comunidade por meio do Google Analytics e venho realizando alguns estudos relacionados às interações que vem ocorrendo na comunidade (muita coisa interessante).
Nossa comunidade tem sido apontada como referencia em Redes Sociais voltada a assuntos agrícolas e gostaria muito de aprender mais sobre Análise de Redes Sociais. Tenho consultado várias publicações aqui da Escola de Redes e tentado seguir em frente. Me sinto um “animador” de Comunidade.
Tenho me dedicado a muitas outras coisas...
Família, Musica (ELOMAR), Café, Doutorado, Comunidade de MANEJO, projetos com cafeicultores familiares, economia solidária, Fair Trade......

Raramente me manifesto aqui na Escola de Redes, mas não pude deixar de responder à provocação do Ronaldo Richieri,

Saudações Cafeeiras....

Parabéns à todos pela ESCOLA DE REDES....


Endereço da comunidade de MANEJO : http://www.peabirus.com.br/redes/form/comunidade?id=218
Sou Luiz Algarra. Filho único nascido sem pai em Sorocaba vim morar em São Paulo bem pequeno e aqui cresci até nascer meu filho e eu voltar para o interior (apesar de continuar trabalhando aqui em sampa).

Desde jovem percebi uma certa inadequação entre as pessoas e o mundo, algo que não se encaixava e que surgia como um sofrimento generalizado em todo nós, aqui e ali. Esta percepção só cresceu e passei boa parte de minha juventude em grande busca e inquietação.

Na faculdade de Jornalismo me envolvi com causas de democratização da informação, com televisão e vídeo libertários e com diversas iniciativas de inovação.

Insisti com tudo isto até 1994 quando mergulhei na internet onde estou até hoje!

Tentando entender como as pessoas se relacionam pelos meio digitais conheci a SNA. A princípio ahcei que era uma ferramenta poderosa, depois encanei que seria mais uma forma de poder e controle, e quando surgiu este grupo resolvi me aproximar novamente do tema de modo franco e aberto.

Estou aqui para ouvir, até ter algo a dizer.

Obrigado pela iniciativa do Ronaldo em trazer-nos do limbo à ação, ok?
Oi, Ronaldo!
Eu sou a Naty. Trabalho aqui na Escola do Futuro, no Programa Acessa Escola. Adoro as conversas com os jovens, a energia dos encontros e procuro manter coerência nas ações. Entrei nesse grupo pois agora estou empenhada em estudar como dar visibilidade a resultados de ativação de rede e como analisar de forma a gerar informações que comuniquem nosso fazer.
Por hora, é por aí. Mas, na real, achei que me conectar a vcs todos pode me ajudar e ensinar muito.
Naty
Olá caro Ronaldo,

sou o Augusto e tenho trabalhado com redes na última década (para ser mais preciso, desde o ano 2000). Não trabalho propriamente com SNA, mas com visões sobre redes (poderia dizer, com a filosofia das redes). Também trabalho com as outras "pernas" da chamada nova ciência das redes (redes como sistemas dinâmicos complexos e redes como estruturas que se desenvolvem - sobretudo com esta última).

Bem, mas meu interesse em análise de redes (mais dinâmica do que estática - teoria dos grafos, essas coisas, não me atraem) não está propriamente nas técnicas (computacionais) de análise e sim nas tecnologias sociais de netweaving (que têm a ver com meu trabalho atual).

Abraços a todos.
Olá a todos do grupo.

Sou estudante do último ano de Biblioteconomia e Ciência da Informação da Universidade Federal de São Carlos, e estou mexendo (ou pelo menos tentando mexer) com ARS há um ano e meio. Tudo começou com uma bolsa de Iniciação Científica e agora se tornou meu TCC e meu futuro projeto de Mestrado. Confesso que sei muito pouco com relação ao tema e o pouco que sei foi graças a minha curiosidade e necessidade. Eis então a minha relação com o tema.
Agora o que eu busco no grupo? Busco ampliar meus conhecimentos neste assunto.

Abraços a todos
Olá,

Sou Gilberto Fugimoto. Como o Sérgio, tbém sou Engenheiro Agrônomo mas atualmente articulo redes sociais comunitárias através do Sesc Rio onde gerencio a área de projetos comunitários.

Meu foco inicial foi na organização comunitária em favelas com vistas ao Desenvolvimento Local.
A experiência de Cidade de Deus foi emblemática. Um projeto de 5 anos com diversos parceiros institucionais apoiando um Comitê comunitário que iniciou com cerca de 28 instituições comunitárias e terminou com pouco integrantes construindo uma Agência de Desenvolvimento Local.

Em paralelo desenvolvemos Redes Comunitárias que procura articular parcerias entre ONGs, Lideranças comunitárias, poder público, voluntários em encontros mensais em todas Unidades do Sesc Rio. Nela todos tem oportunidade de falar sobre o que veio procurar e o que pode oferecer. Um ambiente de acolhimento proporciona vínculos e parcerias que contribuem para o fortalecimento de iniciativas e projetos sociais.

Articulamos também uma Rede Cultura no Estado do RJ.
Encontro de Pessoas e Grupos interessados em Cultura no Estado do Rio de Janeiro. Desenvolvido na plataforma NING já conta com mais de 1.800 membros em pouco mais de 5 meses de existência.

Em análise de Redes Sociais tenho interesse em desenvolver uma análise em redes tanto na ótica de organização comunitária como pensar em formas e ferramentas de comunicaçao e participação entre os membros de redes.
Trabalhamos juntos no Acessa Escola Naty! Junto com Algarra, Ligia, Alberto, Maria Fernanda, Dalton Martins, Mari etc etc :-)

Naty Noguchi disse:
Oi, Ronaldo!
Eu sou a Naty. Trabalho aqui na Escola do Futuro, no Programa Acessa Escola. Adoro as conversas com os jovens, a energia dos encontros e procuro manter coerência nas ações. Entrei nesse grupo pois agora estou empenhada em estudar como dar visibilidade a resultados de ativação de rede e como analisar de forma a gerar informações que comuniquem nosso fazer.
Por hora, é por aí. Mas, na real, achei que me conectar a vcs todos pode me ajudar e ensinar muito.
Naty
Clara!

Muito bom conhecer você que é a fundadora deste grupo um pouco mais.

Através da tua resposta conheci sua empresa, a NeuroRedes e descobri que você realmente compartilhou muita coisa interessante por lá.

Recomendo a todos que deêm uma visitada no site da NeuroRedes, e deêm uma olhadinha especial na área de artigos que conta com vários textos bem interessantes e bem escritos pela Clara.

Valeu!

Clara Pelaez Alvarez disse:
Legal esta iniciativa, Ronaldo!
Seria muito, muito bacana se todos respondessem...
Mas diga Naty, você já descobriu como fazer essa análise ou um caminho de como fazer esta análise do resultado da ativação de um grupo?

Se não, adoraria refletir sobre isto com vc e com os outros do grupo :-)

Abraços!

Ronaldo

Naty Noguchi disse:
Oi, Ronaldo!
Eu sou a Naty...
Gilberto,

Se puder, nos fale um pouco sobre esta análise em redes na ótica de organização comunitária que deseja desenvolver. Quem sabe não possamos ajudá-lo.

Abraços!

Gilberto Fugimoto disse:
Olá,

Sou Gilberto Fugimoto. Como o Sérgio, tbém sou Engenheiro Agrônomo mas atualmente articulo redes sociais comunitárias através do Sesc Rio onde gerencio.

RSS

© 2021   Criado por Augusto de Franco.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço