Escola de Redes

Você está entendendo as mudanças do seu mundo?

 Você está entendendo as mudanças do seu mundo?

Muita gente está preocupada com a velocidade com que o tempo está passando. Outra preocupação é como as crianças estão ficando espertas e absolutas não obedecendo ninguém e sabendo muito mais do que os adultos. O que está acontecendo?

Os entendidos no assunto dizem que o mundo está passando por um ponto de ruptura, e que em momentos como este o futuro começa a desafiar o passado e a mudar o presente.

"Vêm ocorrendo mudanças sociais, políticas e tecnológicas sem precedentes. Mudanças mais profundas estão à nossa frente. Para tomarmos as decisões que nos serão exigidas, devemos compreender a natureza da própria mudança - suas causas e efeitos - os riscos e possibilidades que ela traz. É urgente e vital saber como criar um futuro mais desejável e mais humano".

As mudanças que estão ocorrendo são mais rápidas, mais complexas, mais turbulentas e mais imprevisíveis. A mudança em curso é diferente de todas as outras.

Estamos num Ponto de Ruptura! A mudança em um ponto destes cava um gigantesco e desconhecido fosso entre o passado e o futuro. Um Ponto de Ruptura gera uma mudança tão diferente de tudo aquilo que o precedeu, causando um total abalo no padrão normal.

Quer ver isto mais de perto? Basta pensar que mais de 95% dos cientistas que o mundo já conheceu vivem em nossos dias! Mais de 90% das pesquisas básicas já feitas na história do mundo o foram nos poucos anos que nos separam da Segunda Guerra Mundial.

Se quisermos sobreviver a esta avalanche de transformações precisamos romper com todos os velhos modelos de pensamento. Nem tudo que funcionava antes vai continuar funcionando. Precisamos mudar os paradigmas, olhar as coisas com outros olhos. Perceber que não existem mais certezas absolutas e que tudo é cada vez mais relativo. O véu da Matrix está rasgando e uma nova realidade está surgindo mas nós os mais velhos estamos com muita dificuldade de adaptar a visão. Os jovens estão percebendo mas nós os obrigamos a permanecer no modelo o que os deixa entediados. Esta é a razão de tanta dissidência dos mais novos com relação a nosso modelo envelhecido.

Nós queremos que eles trabalhem para depois descansar e gozar; eles entendem que é possível fazer tudo ao mesmo tampo. E aí começa o paradoxo entre o velho e o novo modelo. Precisamos deixar rolar um pouco para ver como é que fica. Mas para agir assim é preciso ter coragem e desprendimento. Teremos coragem?

 

Exibições: 90

Comentar

Você precisa ser um membro de Escola de Redes para adicionar comentários!

Entrar em Escola de Redes

© 2020   Criado por Augusto de Franco.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço