Escola de Redes

Uma idéia de interface para uma plataforma de Netweaving

Olá!

Apesar de ainda estar engatinhando (quase sentado ainda) no estudo das redes sociais, tive alguns insights por estes dias (minha namorada achou que eu estava meio divagando, enfim) que eu gostaria de compartilhar (sob o risco de falar besteiras) sobre algumas possíveis características de uma plataforma de netweaving.

Na verdade, eu estava pensando num tweet do Augusto de Franco (@augustodefranco) do dia 30/07/2010, às 10:29h, no qual ele dizia que “Uma plataforma interativa para redes sociais terá uma interface gráfica móvel na home. Nada de caixinhas para organizar conteúdos!”.

Então, eu comecei a tentar visualizar como seria uma interface nesse conceito. Até porque (ainda não tenho muitos argumentos e não sei bem explicar o porquê, mas intuitivamente) sinto que a nossa idéia de organização está cada vez mais ficando ultrapassada. E todas as plataformas que se propõem a permitir o netweaving, inclusive o próprio ning que utilizamos aqui na E=R, obedecem a esse padrão de organização de ferramentas, conteúdos, etc. Mais dos que as plataformas, todos os aplicativos que usamos. TUDO está “organizado”, de acordo com a idéia daquele(s) que cria(m) tais instrumentos.

Penso que para que pudesse ser melhor utilizada, uma plataforma precisaria permitir TOTAL personalização de sua interface. E quando digo total, é TOTAL mesmo, não só uma personalização de background, de fontes, cores, etc. A página inicial de cada usuário seria uma simples página em branco, sem nenhuma informação, mas que pudesse permitir ao usuário criar a sua própria interface, com as ferramentas e conteúdos que quisesse, dentre os disponíveis, do jeito que quisesse, no formato que achasse melhor e mais funcional, com um mecanismo que não fosse muito complexo. Uma idéia semelhante à possibilidade de personalização de páginas de um blog. Num blog, o usuário pode alterar o design da página do jeito que achar mais conveniente (um impeditivo é a exigência de um conhecimento de programação web, como HTML, por exemplo). Poderiam sim haver caixas, círculos, menus flutuantes, guias, o que o usuário quisesse. Cada usuário veria a as páginas dos outros usuários de acordo com a sua configuração, e vice-versa.

Não entendo muito (traduzindo: não sei nada) de programação e, portanto, não sei se seria viável do ponto de vista técnico manter uma plataforma nesse molde. Depois, não sei se haveria uma aceitação por parte de quem a usaria, pois vejo que uma página totalmente em branco costuma desestimular grande parte das pessoas, acostumadas a encontrar sempre uma interface pré-pronta, para poder julgar, ao invés de estimular a possibilidade de criar a sua própria forma de acessar essas ferramentas. E o trabalho que daria para desenvolver uma ferramenta com essas características, imagino, seria monstruoso.

Por outro lado, a página em branco pode estimular sim as pessoas e a interação (apesar disso não ser tão costumeiro, como mencionei anteriormente). Poderia até ser um primeiro item a ser debatido, desenvolvido em grupo. Mas o legal é que os consensos grupais, pelo menos em relação à interface, só seriam aderidos por quem quisesse. E pronto. Não haveria um grupo de desenvolvedores pra criar interfaces novas e mudá-las (como ocorreu no Hotmail recentemente). Nesses casos, há os que gostaram e os que não gostaram dessa nova interface, mas todos terão que usar a interface nova, com personalizações superficiais, no máximo.

Não sei se consegui ser claro. Até porque nem tenho essa idéia totalmente clara pra mim. Nem sei também se falei besteira. Mas foi mais ou menos isso que eu pensei.

Agradeço os comentários, sugestões, correções, xingamentos e afins (rsrsrs) .

Até a próxima...

Exibições: 62

Comentar

Você precisa ser um membro de Escola de Redes para adicionar comentários!

Entrar em Escola de Redes

Comentário de Augusto de Franco em 5 agosto 2010 às 17:56
Legal, Dirceu. Acho que você deveria colocar isso também lá no grupo PENSANDO UMA PLATAFORMA DE NETWEAVING. Abraços.
Comentário de Maria Thereza do Amaral em 5 agosto 2010 às 14:00
.
Brainstorm bem interessante.
.

© 2020   Criado por Augusto de Franco.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço