Escola de Redes

Foram criados três grupos aqui no NING: o do Nodo-Curitiba, o do Nodo-São-Paulo e o do Nodo-Porto-Alegre. Seria interessante se as pessoas conectadas à Escola-de-Redes que moram ou trabalham nessas cidades se registrassem nesses grupos. Como todos sabem, um Nodo da Escola-de-Redes é uma rede de pessoas articulada em uma localidade (cidade, estado, país) como comunidade de aprendizagem em torno de uma agenda de atividades coletivas ou individuais compartilhadas. Essa agenda pode compreender conferências, seminários, palestras, cursos ou, simplesmente, encontros para bater-papo sobre o assunto. Participando desses grupos, fica mais fácil agilizar as agendas de atividades de cada Nodo. Um outro grupo está sendo criado nos próximos dias: o do Nodo-Brasília (que será lançado em 05/12/08).

Um grupo aqui no NING não responde a necessidade de cada Nodo ter o seu próprio site ou os seus próprios blogs. Cada Nodo pode, inclusive, ter o seu próprio NING.

Na verdade essas ferramentas interativas digitais ou virtuais não são a rede social Escola-de-Redes. São apenas ferramentas para facilitar o netweaving. Estamos desenvolvendo um site que comporá automaticamente - por meio de um agregador de blogs: Feevy, Infante ou outro - em um mesmo ambiente, os sites e blogs dos nodos e das pessoas conectadas à Escola-de-Redes. Para saber mais sobre a Escola-de-Redes clique aqui.

Você quer articular um nodo da Escola-de-Redes?

1) Conecte-se primeiro (registrando-se aqui no NING).

2) Saiba o que é um nodo.

3) Articule um grupo de pessoas interessadas - em alguma cidade, estado (unidade da Federação ou similar) ou país - em compartilhar livros, textos, vídeos ou outros materiais sobre redes e dispostas a formular uma agenda de eventos, que podem ser seminários, encontros, palestras, cursos ou, simplesmente, reuniões para bater-papo sobre o assunto*.

4) Oriente essas pessoas a se conectar à Escola-de-Redes (registrando-se aqui no NING).

5) As únicas exigências são:

a) assumir os objetivos da escola;

b) não se organizar segundo padrões hierárquicos; e

c) contar com a concordância dos que já estão conectados.

(*) Não é necessário ter alguém com tempo disponível, que fique encarregado da burocracia ou da secretaria.

Exibições: 15

Comentar

Você precisa ser um membro de Escola de Redes para adicionar comentários!

Entrar em Escola de Redes

Comentário de Augusto de Franco em 30 novembro 2008 às 8:38
Um nodo local, caro Raulino é apenas uma rede de pessoas que, pela sua proximidade territorial, podem - e querem - compartilhar uma agenda de atividades presenciais (ou não). Não é obrigatório (nada aqui é obrigatório). Às vezes, porém, a vizinhança é importante: Learn from your neighbours!. Grande abraço.
Comentário de Raulino Oliveira em 28 novembro 2008 às 14:47
Augusto, acho o critério de localizações complicado. Existem muitas atividades que se definirão muito mais com tribos demográficas do que geográficas. Tenho chamado uma turma aqui do Rio pra esta muito agradável e consistente comunidade. Mas não vejo ainda nenhuma necessidade de um nodo local. De qq forma, vamos deixar as coisas acontecerem.
Abração

© 2017   Criado por Augusto de Franco.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço