Escola de Redes


Sobre o experimento

O experimento Small World foi concebido para testar a hipótese de que qualquer pessoa do mundo possa receber uma mensagem de qualquer outra pessoa a apenas "seis graus de separação", repassando-a de amigo a amigo. Sociólogos vêm tentando comprovar (ou refutar) esta alegação por décadas, mas ela ainda não foi resolvida.

Experiment History

In 1967, the Harvard sociologist Stanley Milgram conducted a fascinating experiment. He sent roughly 300 letters to randomly selected people in Omaha, Nebraska with the instruction to get the letter to a single "target" individual--a stockbroker in Boston. Milgram told his "senders" some information about the target--his name, address, and occupation, for example--so that if they did not know him personally (and it was extremely unlikely that they would), they could send the letter to someone they did know who they thought would be "closer" to the target than they. Thus began a chain of senders, each member of the chain attempting to zero in on the target by sending the letter to someone else--a friend, family member, business associate, or casual acquaintance.

Milgram's surprising finding was that, over all the chains that eventually reached the target (about 60 out of the initial 300), the average number of steps in a chain was only 6--a result that has entered folklore as the phrase "Six Degrees of Separation" (a play, and even a movie have been made with the same name).

But are people really connected by six degrees? Since the vast majority of chains in Milgram's experiment never reached their targets, some have suggested that in fact most people cannot reach each other. Unfortunately, absence of proof is not proof of absence, and until now there has been no way to resolve this argument one way or the other. Because Facebook allows us to know not only the friends that people choose to send their messages to, but also the entire social graph of the 750M+ Facebook users, we can now test the hypothesis rigorously; and that is what we intend to do. But we need your help. So please apply to participate in the Small World Experiment.

Agora, usando o Facebook, finalmente dispomos de tecnologia para pôr a hipótese à adequada prova científica. Participando deste experimento, você não só perceberá como está conectado a pessoas que, de outra forma, jamais poderia encontrar, como também ajudará a fazer avançar a ciência das redes sociais.

 

Seja um remetente

Nós já recrutamos algumas Pessoas-Alvo em todo o mundo.

Agora, queremos que você seja um Remetente e tente chegar até elas.

Clique no botão Participar, abaixo, para conhecer a pessoa-alvo que lhe foi designada. Em seguida, escolha um amigo para quem repassar a mensagem. Seu amigo receberá as mesmas instruções, e assim por diante...

Se todos repassarem as mensagens, sua mensagem chegará ao destino. Quantas etapas serão necessárias? Só há uma maneira de descobrir.

Você admite e concorda com as declarações a seguir:

  1. Entendo que estou fornecendo ao Yahoo! uma série de informações pessoais sobre mim e meus relacionamentos como parte de minha participação neste experimento, e que o Yahoo! pode disponibilizar essas informações a terceiros (inclusive o Facebook) em um formato que pode ser usado para identificar-me pessoalmente, e que nem o Yahoo!, nem eu mesmo, podemos controlar as ações desses terceiros em relação a essas informações.
  2. Você pode encerrar sua participação no Projeto (i) excluindo o aplicativo Small World de suas configurações do Facebook E (ii) clicando no link “Sair do experimento”, localizado no rodapé do site do experimento Yahoo! Research Small World ou contatando Sharad Goel (smallworld-experiment@yahoo-inc.com). A exclusão do aplicativo do experimento Small World, por si só, não encerra sua participação, de modo que nossa cadeia de eventos ainda conterá seu perfil e as demais informações (que continuarão visíveis a outras pessoas, de acordo com suas configurações de privacidade do Facebook).
  3. As informações que eu submeter ao Yahoo! ou que eu conceder permissão de acesso ao Yahoo! poderão ser conservadas pelo Yahoo! em um formato pessoalmente identificável por até 24 meses a partir da data de término do experimento.
  4. O Yahoo! poderá entrar em contato comigo por e-mail ou por outro meio com informações sobre o Projeto e para obter minha opinião sobre o projeto.

Seu objetivo:

Fazer uma mensagem chegar a essa pessoa no menor número de etapas possível.

Na próxima página, você deverá selecionar um dos seus amigos do Facebook, a quem a mensagem será encaminhada

Você pode selecionar um único amigo; portanto, escolha com atenção.

 

Escolha um de seus amigos
para quem repassar a mensagem.

Escolha o amigo que, na sua opinião, é o mais próximo da pessoa-alvo. Próximo pode se referir à sua localização geográfica, mas também a uma semelhança de ocupação, nacionalidade, histórico educacional, emprego anterior, experiência conjunta ou qualquer outro fator que parecer relevante.

Se nenhum de seus amigos parecer próximo à pessoa-alvo, tente escolher alguém mais próximo do que você. Lembre-se de que você precisa fazer com que a mensagem chegue a seu destino em uma única etapa. Você só precisa fazer com que ela chegue mais perto.

Se ninguém parecer mais próximo à pessoa-alvo do que você, escolha um amigo que possa ter uma ideia melhor de quem escolher.

O importante é não interromper a cadeia!


Ou seja um voluntário

O experimento Small World funciona com os participantes tentando fazer uma mensagem chegar a uma ou mais pessoas-alvo, que são indivíduos selecionados por nós como destinatários das mensagens.

Para que o experimento seja bem-sucedido, precisamos de pessoas voluntárias para atuar como pessoas-alvo, de preferência de todas as partes do globo e das mais diversas faixas etárias, ocupações, faixas de renda e etnias.

Gostaríamos que você se candidatasse a pessoa-alvo.

Como pessoa-alvo, haverá milhares de indivíduos de todo o mundo encaminhando mensagens a amigos na tentativa de que elas cheguem até você Será que conseguirão? Não sabemos, mas você poderá se surpreender com as suas relações ao redor do mundo.

Candidatar-se como voluntário não garante que você seja escolhido como pessoa-alvo no experimento real. Assim que tivermos recebido todas as inscrições, nós o avisaremos, caso você seja escolhido.

A despeito de ser ou não escolhido, você deve concordar que determinadas informações a seu respeito sejam públicas. Depois de registrar-se, você não poderá mais remover essas informações da exibição pública.

 

Penso que as pessoas da Escola-de-Rede deveriam contribuir com essa pesquisa. Clique aqui para participar.


Exibições: 1106

Comentar

Você precisa ser um membro de Escola de Redes para adicionar comentários!

Entrar em Escola de Redes

Comentário de João Paulo Brandão Barboza em 22 agosto 2011 às 19:06
Participando!
Comentário de Trinidad em 22 agosto 2011 às 4:32
to dentro!
Comentário de Marcelo Salgado em 21 agosto 2011 às 13:55
Eu havia entrado já. Me assustou um pouco só os termos e condições. É bem provável que não farão isso, mas eles podem não divulgar nada dos resultados e ainda podem usar nossos dados para contatos comerciais de terceiros (cláusulas que sempre constam em coisas gratuitas como essa). De qualquer forma, é o Yahoo e também acho que vale à pena testar. :)
Comentário de Anderson Vieira em 21 agosto 2011 às 13:07
Dentro! Vamos compreender essa dinâmica!
Comentário de José Pacheco em 21 agosto 2011 às 11:10
Este húngaro não me escapará...
Comentário de Claudia de Souza Ferreira Martin em 20 agosto 2011 às 22:12
Participando, como remetente e alvo!! Tenho que alcançar Birminghan, Reino Unido.
Comentário de Luiz J. C. Quaglia em 20 agosto 2011 às 19:39
Participando também! Vamos lá. Rumo ao oriente médio.
Comentário de Sergio Venuto Magalhaes em 20 agosto 2011 às 17:54
Já to participando.  Bem, interessante.  Espero que mais participem. Abs
Comentário de Luis Fernando Guggenberger em 20 agosto 2011 às 17:02
to dentro
Comentário de Leoncio Nascimento em 20 agosto 2011 às 16:16
estou lá!!!! to chutando 4 graus pra minha coreana!!!! e sou alvo tb!!

© 2019   Criado por Augusto de Franco.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço