Escola de Redes

Pela primeira vez, TSE concede direito de resposta no Twitter

Pela primeira vez, TSE concede direito de resposta no Twitter
PUBLICIDADE

FELIPE SELIGMAN
DE BRASÍLIA

Atualizado às 23h16.

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) concedeu pela primeira vez na história um direito de resposta no microblog Twitter. Ao discutir o tema, ministros se mostraram preocupados em como tornar efetiva esta decisão.

O tribunal aceitou pedido da coligação "O Brasil pode mais", do tucano José Serra, contra o deputado estadual Rui Falcão (PT-SP), que terá de postar dois tweets --mensagens de no máximo 140 caracteres-- escritos pela campanha de Serra, em resposta a outros dois comentários feitos por ele no dia 19 de outubro.

Dilma e Serra se despedem do horário eleitoral com apresentações musicais
Agnelo se antecipa à campanha de Dilma e anuncia local de eventual festa
STF considera 'censura prévia' falta de acesso a dados de Dilma
CNBB defende declarações do papa Bento 16 sobre o aborto
Acompanhe a Folha Poder no Twitter
Conheça nossa página no Facebook

Na ocasião ele disse, em um primeiro tweet: "Cuidado com os telefonemas da turma do Serra. No meio das ligações, pode ter gente capturando seu nome para usar criminosamente...". No segundo, o petista completou: "...podem clonar seu número, pode ser ligação de dentro dos presídios, trote, ameaça de seqüestro e assim por diante. Identifique quem liga!".

O relator do caso, ministro Henrique Neves, entendeu que as mensagens foram ofensivas e que mereceriam resposta. Ele então fez duas sugestões.

A primeira seria responder em dois tweets o que foi escrito por Falcão. A segunda seria publicar essa resposta, por tempo determinado, no espaço destinado à biografia do petista.

Por unanimidade, os ministros determinaram a publicação imediata por Falcão, a partir da intimação da decisão, das respostas enviadas pela campanha de José Serra em dois tweets.

As mensagens a serem publicadas afirmam que Falcão foi penalizado pelo TSE com esse direito de resposta e que a coligação do tucano sempre "agiu com lisura, de forma íntegra e respeitando todos os eleitores".

CUMPRIMENTO
Por volta das 23h desta sexta, Rui Falcão cumpriu a decisão judicial.

Em duas atualizações em sua página, escreveu: "Justiça eleitoral puniu Rui Falcão com este direito de resposta por ofensas à campanha de José Serra vinculadas em seu Twitter. Cabe esclarecer que a comunicação feita pela campanha de Serra agiu com lisura, de forma íntegra, respeitando todo os eleitores!"

Exibições: 43

Comentar

Você precisa ser um membro de Escola de Redes para adicionar comentários!

Entrar em Escola de Redes

© 2019   Criado por Augusto de Franco.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço