Escola de Redes

Cidades sustentáveis - no Fórum Social Mundial

Amigos,

Transcrevo email que recebi do Movimento Nossa São Paulo.
Para quem puder estar no FSM de 29/1 a 1/2 em Belém, essas são mesas imperdíveis:

O Movimento Nossa São Paulo participará de três atividades autogestionadas incluídas na programação oficial do FSM:



1) Dia 29/01, 9h - Tenda Povos da Floresta / Universidade Federal Rural

Parceria: Fundação France Libertés, Forum pour d’autres indicateurs de richesse (FAIR), CEDAL, Rede Banyan, NAPP, DIEESE, PUC-SP.

Para além do PIB : Por que precisamos de novos indicadores de riqueza?

Hoje, o Produto Interno Bruto (PIB) tornou-se o indicador de referência para nossas sociedades, que evocamos e utilizamos na definição dos investimentos e das políticas públicas. Confundimos o PIB com a riqueza de um país, enquanto ele é somente uma estimativa do que, na atividade humana, é mensurável do ponto de vista monetário.

Assim, ele contabiliza positivamente numerosas atividades “destrutivas” como guerras, poluição, doenças, desde que estas atividades gerem fluxo monetário. Inversamente, ele ignora um conjunto considerável das riquezas não monetárias, como a saúde individual, a qualidade dos vínculos familiares e comunitários, o acesso à água e à terra, a qualidade de vida de uma forma geral (sono, silêncio, qualidade do ar ), a soberania das populações, entre outros.

Como pensar novos indicadores de riqueza e desenvolvimento? Como incluir a dimensão sociocultural e a dimensão ambiental nas variáveis que definem o “progresso” ?



Eixos de Reflexão :



- Por que e como o PIB tornou-se medida de referência para o “progresso” ou “desenvolvimento” de nossa sociedade?;

- Contradições e Paradoxos do PIB;

- Exemplos de projetos de novos indicadores que incluem as dimensões ambientais, sociais e culturais.



Objetivos



- Tornar visíveis projetos diversos de construção de novos indicadores

- Criar diálogo e participação da sociedade civil no processo de definição dos indicadores

- Incentivar a criação de pontes internacionais entre os diversos projetos de novos indicadores



Animadores/Palestrantes : Chico Withaker, Patrick Viveret, Danielle Mitterrand, André Abreu, Alain Ruellan, Ladislau Dowbor, Claudio Nascimento, Marcos Arruda, Oded Grajew, entre outros





2) Dia 30/1, das 15h30 às 18h30

Local: Universidade Federal do Pará - Profissional, Pavilhão Lp, Auditório Ary Brandão

Parceria: Rede Social Brasileiras por Cidades Justas e Sustentáveis



Rede Social Brasileira Por Cidades Justas e Sustentáveis e Rede Latinoamericana por Cidades Sustentáveis: Frei Betto, o escritor e religioso dominicano, e Michael Lowi, cientista social brasileiro radicado na França, farão a palestra de abertura, cujo tema será o “Ecosocialismo”. O encontro contará com a apresentação de experiências de municípios brasileiros e latinoamericanos que participam das redes brasileira e latinoamericana por cidades justas e sustentáveis.





3) Dia 31/1, às 15h30 às 18h30

Local: Auditório da Prefeitura (Prédio da Prefeitura) - Universidade Federal Rural

Parceria: Fórum Amazônia Sustentável e Movimento Nossa São Paulo

Conexões sustentáveis: Quem se beneficia com a destruição da Amazônia: apresentação de estudo que mostra como a cidade de São Paulo, principal mercado consumidor brasileiro, também é responsável pela destruição da Amazônia. Como produtores que atuaram de forma predatória contra o meio ambiente ou utilizaram trabalho escravo mantêm negócios com redes varejistas, indústrias automobilísticas e a construção civil da capital paulista. Também serão apresentados exemplos que mostram como o mercado global se beneficia da degradação da floresta e de sua gente.

Animadores/Palestrantes: Oded Grajew (Movimento Nossa São Paulo), Caio Magri (Fórum Amazônia Sustentável e Instituto Ethos), Marques Casara (Papel Social) e Leonardo Sakamoto (Repórter Brasil).



Gostaríamos de contar com a presença de todos os que participarão desta edição do Fórum Social Mundial.



Caso seja feita qualquer alteração de local por parte da organização do fórum, distribuiremos o comunicado nos principais pontos das universidades: sala de imprensa, restaurantes, etc.



Abraços,



Zuleica Goulart

Secretaria Executiva

Movimento Nossa São Paulo

Exibições: 41

Comentar

Você precisa ser um membro de Escola de Redes para adicionar comentários!

Entrar em Escola de Redes

Comentário de Sergio Storch em 27 março 2009 às 6:46
Eliana
Você pode contribuir muito para a Agenda Brasil Conhecimento da SBGC. Ainda estamos pouco estruturados na Web - vamos criar um ning para isso - mas para começar a saber sobre isso, entre em www.sbgc.org.br. Vamos nos falando!

© 2020   Criado por Augusto de Franco.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço