Escola de Redes

A teoria do peque mundo - a origem do termo

O conceito de rede social é tão antigo quanto pensamos. A web 2.0 não só apenas tornou o conceito mais popular, através da mídias sociais como o orkut, facebook, e etc, mas também inspiraram e inspiram pesquisadores a aprofundarem estudos a esse respeito. E como citado por Franco (postado hj 20/08) nos ajuda a "provar" de forma concreta esses links a teoria do pequeno mundo.


 Bom, vamos por parte, o que é realmente rede social, ou melhor, o que significa o termo "pequeno mundo"? Tal termo foi usado pela primeira Joh Barnes (1954), mas foi Milgram (1967) que operacionalizou a pesquisa de Barnes, através da experiencia que ele intitulou "pequeno mundo".

 

Vamos começar por Barnes, que foi ele o que ele fez?

De acordo com (Lefebvre, 2005) e (Merckle, 2004), o inventor do termo "rede social" é o sociólogo John Barnes, que em 1954 publicou um artigo na revista científica antropóloga britânica Human Relations -  sobre a organização social dos habitantes de Bremmer Noruega. Seu objetivo era explicar a organização social de uma pequena comunidade, através da análise do conjunto de relações que seus membros possuíam uns com os outros. Tentando compreender as estrutura desses relacionamentos, Barnes descobre que se um indivíduo A tem uma relação com o indivíduo B, e uma outra relação com um indivíduo C, é mais provável que B e C estejam também em relação.

" Ele também observa que na população norueguesa desta ilha, todos os indivíduos podem ser indirectamente ligadas por uma corrente que provavelmente não possui mais do que quatro relações de conhecimento mútuo. [...] As pessoas estão relacionadas também aos seus familiares e amigos espalhados por toda a Noruega, e na verdade em todo o mundo "(Barnes, 1954: 43,52 em Merckle (2004: 12) - livre tradução

(fonte: ROS, Sirléia (2010) Projeto de pesquisa doutorado. UdeM)

 

Milgram (1967), então,  inspirado nos estudos de Barnes (1954), operacionalizou o estudo do mesmo (citado acima), através da experiencia que Milgram intitulou "pequeno mundo".

A conclusão desta experiencia, é que existem 6 graus - intermediários/pessoas - que nos separam de um estranho, ou melhor dizendo, alguém que não conhecemos, mas é conhecido de alguém, que de certa forma, tem ligação com a nossa rede pessoal de contatos.


A experiencia: Milgram (1967) enviou cartas a 60 aos participantes da pesquisa moradores da cidade de Omaha, Nebraska. Ele pediu a cada um para encaminhar a carta a um corretor de valores que morava na cidade de Sharon, Massachusetts. Os participantes só podiam passar as cartas, de mão em mãos, a amigos pessoais que eles acreditavam serem capazes de ajudar no objetivo: entregar a carta no endereço indicado. Resultado, apenas três cartas chegaram ao seu destino.


Voilá! Foi John Barnes que utilizou o termo pela primeira vez e inspirou e inspira, até hoje experiência como a que a Facebook nos convida a fazer :
 http://escoladeredes.ning.com/profiles/blog/show?id=2384710%3ABlogP...


Referências:
Barnes, J. (1954). Class and Committees in a Norwegian Island Parish. Human Relations, 7, 39-58. 
Milgram, S. (1967). The Small World Problem. Psychology Today, 1(1), 61-67.
 Video: O que é rede social: http://www.youtube.com/watch?v=ty9xmwMnqtg&feature=related
(interessados nos textos, façam contato)

Exibições: 518

Comentar

Você precisa ser um membro de Escola de Redes para adicionar comentários!

Entrar em Escola de Redes

Comentário de Sirleia Rosa em 22 agosto 2011 às 16:53

Exatamente Franco. Sobre o tema, o objetivo deste post foi o de ressaltar o reflexo (ou a inspiração) que o estudo de Barnes (1954) causou nos experimentos que vieram a seguir, sejam eles o de Milgram (1967), Watts (2002) e outros ; )

abs.

Comentário de Augusto de Franco em 20 agosto 2011 às 17:31

Sirleia, o Watts com outros já tentou refazer o experimento do Milgram em 2002. 

WATTS, Duncan, DODDS, Peter, MUHAMAD, Roby (2003): An experimental study of search in global social networks

Traduzi o paper dele publicado na Science. Publiquei abaixo:

WATTS, Duncan, DODDS, Peter, MUHAMAD, Roby (2003): Um estudo experimental de busca em redes sociais globais (excertos inseridos no artigo FRANCO, Augusto (2003): O experimento de Duncan in Carta Capital Social 107).

Mas agora vou abrir um tópico aqui e transcrever: O EXPERIMENTO DE DUNCAN

© 2019   Criado por Augusto de Franco.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço