Escola de Redes

ME APRESENTO

Sergio Storch

Estou muito contente de estar aqui. Sou apaixonado pelo tema, que é fundamental em projetos de gestão do conhecimento que faço em empresas e tento fazer em nível societal. Fui engenheiro na primeira encarnação, mas logo virei suco, por ter forte inclinação para ciências sociais, o que me levou a fazer mestrado em administração (MIT, 1983), com concentração em desenvolvimento organizacional e dissertação sobre empresas de auto-gestão (kibbutz, Mondragon, a então Iugoslávia etc.).

Sou consultor de empresas e governos, e consultor credenciado pelo Sebrae. Tive militância em partidos de esquerda, e atualmente me considero um socialista liberal (à la Norberto Bobbio) e sou apartidário, sem ter deixado a militância política, que exerço na sociedade civil sempre que posso. Procuro atuar, através da Sociedade Brasileira de Gestão do Conhecimento (que presido em SP), nos movimentos pelo controle social sobre os processos que determinam nossa qualidade de vida. Exemplo: segurança pública, tema no qual temos a grande oportunidade, em 2009, de um canal de participação - a 1a. Conferência Nacional de Segurança Pública - CONSEG . (sugiro um tópico no fórum sobre isso).

Um de meus objetivos em estar nessa Escola é aprender junto com vocês técnicas, tais como a de Análise de Redes Sociais, e as metodologias e boas práticas para a sustentabilidade das redes, especialmente o desenvolvimento de competências dos atores. Minha empresa, Content Digital, atua, também em rede, com parceiros que nos complementam as competências indispensáveis para nossos projetos (gestão de processos, desenvolvimento e adaptação de softwares, GED, facilitação de workshops etc.) e espero também encontrar aqui bons parceiros para atuação em projetos.

Fui pioneiro na introdução de softwares de busca nos anos 90, tendo disseminado no Brasil o então famoso Folio, ainda antes da Internet. Agora quero repetir a dose, com a tecnologia wiki, em que estamos desenvolvendo o mercado para aplicações em processos críticos como o gerenciamento de projetos, desenvolvimento de produtos, serviços de atendimento ao cliente e ao cidadão etc. Para isso trabalhamos com diversas ferramentas, gratuitas (MediaWiki) ou comerciais (Confluence) e outras. Mas onde a coisa pega é na definição dos processos de colaboração (não acho que se deva confiar apenas na espontaneidade das redes, especialmente no ambiente empresarial, onde as assimetrias de poder são mais explícitas) e na definição clara de papéis e governança.

Ah, não sou tão sisudo assim. Adoro brincar com crianças, fazer brilhar os olhos de adolescentes, e adoro samba e chorinho. Estou aqui também para ajudar a organizar redes para promover o gosto e a curtição da MPB. Espero estar no encontro do nodo SP em fevereiro, e fazer muitos amigos por aqui.

© 2019   Criado por Augusto de Franco.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço