PARA ONDE VAI A EDUCAÇÃO?

Um curso para descobrir se devemos melhorar ou mudar a educação do ponto de vista das redes

Todas as áreas da atividade humana estão sendo impactadas pelas mudanças que vêm ocorrendo na sociedade neste início do terceiro milênio, inclusive a chamada educação. É inevitável que processos de ensino e de aprendizagem sejam também transformados.

Para perceber quais as novas direções que essas transformações tomarão, é necessário conhecer as principais críticas que foram feitas à educação tradicional, sobretudo no último século. Existem autores que questionaram os velhos processos educativos cujos pensamentos não podemos deixar de conhecer para entender quais são os seus pontos críticos. É possível identificar cerca de uma dúzia de textos fundamentais que sintetizam as visões desses novos pensadores da educação, como:

Tolstoi e os críticos da invenção da educação pública,

- Foucault e os que denunciaram o uso da educação como adestramento,

- Carl Rogers e os que mostraram por que a escolarização é despessoalizante,

- John Holt e os que perceberam que ensinar não produz aprendizagem,

- Ivan Illich e os teóricos do unschooling que revelaram que o problema não está somente na escola e sim na sociedade escolarizada,

- Krishnamurti e os não-cognitivistas,

- George Siemens e os conectivistas,

- Maturana e os demais interativistas que surgiram a partir do desenvolvimento da nova ciência das redes.

Se encontrarmos as sementes de mudança que foram plantadas por esses pensadores heterodoxos da educação, ficará mais fácil vislumbrar os novos caminhos que podemos seguir em nossas práticas educativas atuais para ficar sintonizados com a mudança que está vindo, em especial agora que a sociedade está ficando mais interativa e que a inteligência artificial vai se encarregar de muitas das tarefas que sempre foram executadas por nós. Mais um motivo para tentarmos descobrir quais são as características de uma aprendizagem tipicamente humana, que nunca poderá ser realizada por máquinas ou programas inteligentes.

Como é difícil, na nossa vida atual, tirar um tempo dos nossos afazeres para estudar sozinhos os escritos desses autores, estamos propondo lê-los e comentá-los juntos, em uma espécie de comunidade de aprendizagem sobre as novas formas de aprendizagem.

Tudo isso tem um lado muito prático: descobrir o que já podemos fazer agora, em nossas casas e em nossos locais de estudo e convivência, para ficar a favor da mudança, saindo das caixas onde a chamada educação foi aprisionada.

Esse programa de leitura conjunta e reflexão compartilhada será feito exclusivamente no Facebook (você será adicionado em um grupo secreto que será criado até o início do curso). Serão 13 sessões semanais ao vivo (que ficarão gravadas para consulta a qualquer hora), totalizando uma jornada de aproximadamente 3 meses.

COMO VAI FUNCIONAR

Durante 13 quartas-feiras (de 30/05/18 a 22/08/18), sempre às 20h, faremos um encontro online ao vivo, com até 2h de duração, no qual vamos nos debruçar sobre uma síntese dos escritos fundamentais dos novos pensadores heterodoxos da educação que contribuem para uma visão inovadora da aprendizagem humana.

Todo o conteúdo básico e o material adicional (gravações, livros, textos, questões, filmes, documentários etc.) estarão disponíveis em um grupo secreto do Facebook, do qual você fará parte, incluindo as sínteses dos textos de cada autor.

Caso você não possa estar ao vivo em algum encontro online, não haverá problema: a gravação ficará disponível no grupo de nossa comunidade no Facebook para você assistir quando e quantas vezes quiser. E de lá você ainda poderá interagir com os outros participantes e enviar suas dúvidas e contribuições.

Também vamos disponibilizar textos complementares e questões provocativas que ajudem no aprofundamento dos temas.

Para fazer sua inscrição clique no link: http://humana.social/para-onde-vai-a-educacao/#oferta

Load Previous Replies