Escola de Redes

PENSANDO UMA PLATAFORMA DE NETWEAVING

Informação

PENSANDO UMA PLATAFORMA DE NETWEAVING

Grupo para descrever as características de uma plataforma de articulação e animação de redes sociais mais adequada à Escola-de-Redes e a outras redes

Membros: 187
Última atividade: quinta-feira

O QUE FARÁ ESTE GRUPO

Este grupo nasceu dos comentários ao blogpost NING PASSARÁ A SER COBRADO.

Começamos a colecionar indicações sobre alternativas ao Ning (ver abaixo). Mas, talvez, não para escolher uma nova plataforma neste momento para a Escola-de-Redes e sim para examinar as características das alternativas apresentadas. Um de nossos objetivos (da E=R) é criar tecnologias de netweaving. Então estamos diante de um desafio: pelo menos descrever o que deveria conter uma ferramenta virtual de articulação de redes sociais.

UMA LISTA NÃO-ORGANIZADA DE PLATAFORMAS MAIS OU MENOS INTERATIVAS

 

Plataforma FLUZZ (em discussão aqui na E=R)

 

https://lorea.org/index.html.es e https://n-1.cc/pg/expages/read/About/

 

http://sneer.me/

 

Sua rede


Ning

Elgg

BuddyPress

Noosfero

Drupal

Diaspora (em construção) => Foi desenvolvido http://diasporafoundation.org/

Boonex

A.m.i.g.o.s

Meezoog

Wackwall

Bubbl.us

Socialwok

Yuku

Grouply

Sugarlabs

Groupsite

CubeTree

Jabbster

ShoutEm

Edmodo

Kunigo

People Movers

Confluence ((wiki, que pode ter plugins: um deles é "Community Bubbles")

Junto (em projeto)

Lovd By Less

SocialGO

Spruz

Stoa

Grou.ps

Wikimedia Brasil

ColaboraCom

Posterous

Google Docs

Google Groups

Google Sites

Linked In

Facebook

MySpace

Orkut

Fórum de discussão

A PRÁTICA DO NETWEAVING 1 resposta 

Hoje cedo tive um problema com a plataforma Ning da Escola-de-Redes. Deu um pau…Continuar

Iniciado por Augusto de Franco. Última resposta de José Gilberto Formanski 27 Jan.

INDICADORES DE INTERATIVIDADE 38 respostas 

Resolvi abrir mais este tópico motivado por uma pergunta do Dirceu Melo em uma conversa que mantivemos no tópico…Continuar

Iniciado por Augusto de Franco. Última resposta de Flavia Amaral Rezende 2 Jun, 2012.

PLATAFORMA JUMO - ABRE O CÓDIGO - Co-fundador do Facebook cria rede social exclusiva para quem quer mudar o mundo.

Co-fundador do Facebook cria rede social exclusiva para quem quer mudar o mundo.WWW.JUMO.COM Abra JumoAs coisas aqui no Jumo estão se movendo rapidamente…Continuar

Iniciado por João Paulo Brandão Barboza 4 Jan, 2012.

HYPOTHES.IS

Hypothes.is - Taking peer review to the Internet.An Open…Continuar

Iniciado por Augusto de Franco 2 Jan, 2012.

Evgeny Morozov: o Facebook está contra a alegria

evgeny morozov28/11/2011 - 07h00Fonte: …Continuar

Iniciado por Augusto de Franco 28 Nov, 2011.

MEDINDO A INTERATIVIDADE NO TWITTER 4 respostas 

Isto aqui, pessoal, é apenas um exercício de provocação.Muita gente anda construindo indicadores para o Twitter. Todos são muito ruins, tentam, via de regra, captar o que chamam de 'influência' a partir de dados como: número de seguidores, número de…Continuar

Iniciado por Augusto de Franco. Última resposta de Augusto de Franco 4 Set, 2011.

Projeto Google+, a nova "rede social" do Google 13 respostas 

InícioLabsLiveFórum…Continuar

Iniciado por Augusto de Franco. Última resposta de Augusto de Franco 4 Set, 2011.

MULTRIBUIÇÃO 18 respostas 

RECIIS – R. Eletr. de Com. Inf. Inov. Saúde. Rio de Janeiro, v5, n.1, Mar., 2011[www.reciis.cict.fiocruz.br] e-ISSN 1981-6278* Artigo originalMultribuição: interação e colaboração em pesquisas em…Continuar

Iniciado por Augusto de Franco. Última resposta de Augusto de Franco 24 Ago, 2011.

SOBRE A QUESTÃO DA TELA

Apple Reveals Big Plans to Integrate Projectors into iOS Devices +…Continuar

Iniciado por Augusto de Franco 13 Ago, 2011.

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de PENSANDO UMA PLATAFORMA DE NETWEAVING para adicionar comentários!

Comentário de Eric Kureck em 24 julho 2013 às 22:59

O Facebook tem esse problema mesmo. Não há como recuperar o histórico de eventos/notícias de forma fácil. Tudo parece ser muito efêmero por lá já que a vida útil de um post é curta. A construção de uma rede que possibilite ter uma memória, ao meu ver, parece ser complicada por lá.

Comentário de Marcelo Lemos Correia em 24 julho 2013 às 22:09

e-democracia é um site que tem conseguido a participação de uma razoável quantidade de pessoas (Ex: Marco Civil). Porém, não sei ao certo porque as pessoas publicam mais no Facebook que nas redes que envolvem projetos de seu interesse. Mesmo quando o assunto é muito relevante, é difícil que haja alguma construção em conjunto. Interação, mesmo no Facebook é baixa. Porque escrever opinião no Facebook também é algo raro. Facebook = compartilhar informação já pronta (replicar). Mesmo assim, Facebook tem uma dinâmica interessante, mas ainda percebo baixa participação nos grupos/comunidades.

Comentário de Augusto de Franco em 24 julho 2013 às 16:19

Acho que é o seguinte, caro Gilberto. Plataformas de rede não são mesmo mecanismos de participação e sim de interação. Sim, existem mecanismos mais interativos.

Comentário de Gilberto Fugimoto em 24 julho 2013 às 15:21

Caros,

Articulo algumas Redes de caráter profissional na Internet.

A discussão normalmente gira em torno da queixa pela falta de participação. Engraçado como o inferno são "os outros".

Diante de tanta mobilização frustrada tipo:

1) "queremos mudar mas não sei como" ou 

2) "queremos mudar num click de mouse"..

Eu aqui fico aqui pensando: há algum mecanismo digital de interação e aglutinação que todos se sintam participantes? Algum mecanismo que possa produzir algum resultado sensível e prático que seja construído de forma participativa / colaborativa?

Fico pensando em algo como um "Abaixo Assinado", mas será só isso?

Me faltam ideias.

Grato pela atenção!

Comentário de Augusto de Franco em 18 maio 2012 às 10:39
Comentário de Sergio Venuto Magalhaes em 24 outubro 2011 às 6:54
Galera, seguindo a dica do Augusto/Marcelo sobre o Lorea.org , inscrevi-me numa das redes lá instaladas: redesenred   Aqui o link pra vcs se inscreverem se quiserem: redesenred.net
Seria legal ter algumas pessoas lá pra explorar o uso que parece bem interessante!~
Abs
Comentário de Augusto de Franco em 24 outubro 2011 às 4:12

O Marcelo Estraviz me mandou o link. Sei que ele já estava aqui na 
E=R em algum lugar, mas não consigo encontrar (alguém lembra?). De todo modo, vale a pena fuçar: 

https://lorea.org/index.html.es e

https://n-1.cc/pg/expages/read/About/

Comentário de Augusto de Franco em 12 outubro 2011 às 16:36

O pessoal da Diáspora parece que desencantou. Vejam abaixo:

http://diasporafoundation.org/

Comentário de Raciel Gonçalves Junior em 1 setembro 2011 às 19:41

Augusto,

Apresento-lhe um garoto que devia ser convidado pra pensar "conosco" uma plataforma de Netweaving... "Jovem de 13 anos melhora captação solar em até 50% usando Fibonacci". Sugiro dar uma olhada na IDEIA dele.

[ ]'s,

 

Jovem de 13 anos melhora captação solar em até 50% usando Fibonacci


Esboço do espiral de folhas com sequencia de Fibonacci

Células solares são legais mas pouco eficientes. Aidan Dwyer, com apenas 13 anos, parece ter descoberto uma forma de melhorar issoem 50% e tudo começou com uma simples caminhada pela floresta.


Aidan medindo o padrão espiral

Aidan notou que as folhas das árvores seguiam um certo padrão de orientação e ângulo, e imaginou que isso se devia a uma organização otimizada para o aproveitamento dos raios solares, afinal, a seleção natural fez seu trabalho ao escolher as melhores.

O jovem começou então a fazer calculos para tentar entender a sequencia e deve ter se surpreendido, ou surpreendeu aos seus professores, quando notou que era nada menos que asequência de Fibonacci, criada pelo matemático italiano Leonardo Pisano no século XIII, e que justamente é usado descrever diversos padrões encontrados na Natureza.


Diagrama do modelo árvore desenhado por Aidan no computador

Nosso pequeno Aidan resolveu experimentar: com um número igual e células solares ele as montou de duas formas, uma do modo tradicional, e outra segundo a sequencia de Fibonacci que ele identificou nas árvores, em um padrão de espiral. Vamos aos resultados:

A disposição a lá árvore teve aproveitamento 20% superior ao tradicional, em média, e os resultados ficaram ainda mais interessantes em dezembro, no inverno do hemisfério norte, quando o Sol está mais baixo no céu – nessas circunstâncias a melhora foi de 50%, e ainda conseguiu coletar energia solar por mais tempo ao longo do dia.


Estrutura tradicional versus posicionamento inspirado em árvores e sequencia de Fibonacci

Graças a sua descoberta o pequeno Aidan recebeu o prêmio de jovem naturalista do Museu Americano de História Natural (onde você pode ver todo o detalhamento do estudo) e está em vias de patentear o invento, o que pode ser bom para ele, afinal é justo que ganhe pela ideia, mas pode encarecer e dificultar a difusão do formato.

De toda forma, é um tanto vergonhoso para as empresas e estudiosos do setor verem um jovem de 13 anos conseguindo tamanha proeza, mas a sociedade agradece.

AMNH via Rotina Digital || valeu @alinelemos

Fonte: EcoPlanet.com

 

Comentário de Raciel Gonçalves Junior em 1 setembro 2011 às 19:33

Caros Colegas Aprendizes,

 

Divido com vocês... Augusto, entendo que tem "pedigree" para ser incluído na lista aí em cima.

+++

Annotator

Open-Source Annotation Toolkit for Inline, Online Web Annotation

Simple javascript (+backend) library for web-annotation. Main goals were and are:

  • Annotation of arbitrary text ranges
  • Annotate any web (html) document
  • Easy to use — 2 lines of javascript to insert this in your web page/app etc
  • Well-factored and library-structured — easy to integrate and easy to extend

Screenshot

http://openshakespeare.org annotation


Project Info


Source code


Features

  • Open JSON-REST annotation protocol – simple JSON and REST-based
  • Javascript (jquery-based) library for inserting inline annotations in a given document supporting this protocol
  • One or more backends implementing this protocol (emphasis on backends that are easy to deploy using standard tools e.g. using sql database or couchdb)
  • Really simple: just do (jquery-esqe) $(‘myelement’).annotator() to get up and running
  • Fast even on large documents
  • Support of multiple users
  • Pluggable backends

+++

[ ]'s,

 

 

Membros (187)

 
 
 

© 2014   Criado por Augusto de Franco.

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço