Escola de Redes

NEXT

Programa de Investigação-Aprendizagem sobre a Transição de Hierarquia para Rede | 5 de agosto a 23 de novembro de 2013, sempre às segundas-feiras, das 19h30 às 21h30 (e alguns dias até 22h30). 

 

O PROGRAMA É PRESENCIAL, EM SÃO PAULO

.

:

 

 

INGRESSO ESPECIAL
.
Nesta primeira oferta do programa (2013) os candidatos podem escolher o tipo de Ingresso Especial.
.
O Ingresso Especial não tem preço. Os próprios participantes dirão como podem contribuir.
.
Na categoria Ingresso Especial haverá uma seleção. Só estarão inscritos os candidatos selecionados. 
.
Para se submeter à seleção o candidato deve preencher o formulário que está ao final desta página. 
.
Você só estará realmente inscrito se preencher o formulário abaixo, for selecionado e  receber a devida confirmação assinada pelos organizadores do Programa NEXT.
.
.
COMO FUNCIONARÁ O NEXT

NEXT é um programa de investigação-aprendizagem sobre a transição de hierarquia para rede.

É uma profunda imersão de 4 meses que começa agora no próximo dia 5 de agosto às 19h30 e só vai terminar às 22h00 de 23 de novembro de 2013.

Não é um curso. Não é baseado em palestras. É presencial, em São Paulo. Em torno de cinco grupos de temas (abordados no programa) as pessoas se aglomerarão e farão suas próprias agendas específicas de investigação-aprendizagem, incluindo visitas (explorações ou expedições) a redes, grupos informais, movimentos e entidades onde as conversações serão filmadas (e isso fará parte do filme final do programa, feito pelos próprios participantes).

A ideia é cobrir parte significativa das iniciativas inovadoras (do ponto de vista da emersão da sociedade-em-rede) ou que estão tendo ponderável impacto nos caminhos dos que buscam novas formas de convivência neste dealbar do terceiro milênio. Serão grupos de interagentes e não de pesquisadores (no sentido tradicional do termo): questionarão e serão questionados pelos que os receberem sobre os vários aspectos da transição em curso.

1 - COMUNIDADE | Conviventes que se comprazem na fruição da convivência em rede em comunidades glocais.

2 - EDUCAÇÃO E PESQUISA OU APRENDIZAGEM E INVESTIGAÇÃO | Catalisadores de processos de aprendizagem em comunidades livres de buscadores e polinizadores e investigadores que compartilham processos de investigação OpenScience.

3 - ESPIRITUALIDADE | Compartilhadores de formas pós-religiosas de espiritualidade com outras pessoas que se dispõem a celebrar suas amorosidades e a polinizar mutuamente os modos pelos quais vivem sua mística.

4 - POLÍTICA OU NOVA POLÍTICA | Interagentes políticos - desistentes de construir inimigos - que exercitam a democracia cooperativa na base da sociedade e no cotidiano das relações entre as pessoas, em redes de interação social e política pública.

5 - NEGÓCIOS OU NEGÓCIOS EM REDE | Coempreendedores, cocriadores de ideias e correalizadores de projetos em empreendimentos compartilhados.


COMO SE CANDIDATAR A UMA VAGA

O programa não tem preço. Neste primeira oferta do programa (2013) os candidatos podem escolher o tipo de Ingresso Especial em que os próprios participantes dirão como podem contribuir.

Na categoria Ingresso Especial haverá uma seleção. Só estarão inscritos os candidatos selecionados.

Para se submeter à seleção o candidato deve preencher o formulário que está ao final desta página.


POR QUE ENTRAR NO NEXT

Para saber por que você pode ler o livro HIERARQUIA em 2 horas. Clique  http://www.slideshare.net/augustodefranco/hierarquia-a-matrix-realmente-existente

Você pode assistir o filme HIERARQUIA em 2 horas (ele só estará liberado em setembro). Mas se quiser assistir o trailer clique http://hierarquia.org/

Mas você também pode ler o livro e assistir o filme em 4 meses, fazendo parte de uma comunidade de investigação-aprendizagem que pode mudar sua vida.

É claro que o Programa NEXT não se restringirá à leitura do livro. Nem ao filme. O livro (curto) e o filme (longa) são apenas elementos desencadeadores de um processo que implicará - além de estudos aprofundados - contatos presenciais com pessoas que estão fazendo - cada qual a seu modo - esforços para sair da Matrix. E tudo isso será escrito e filmado gerando um novo livro e um novo filme.


QUAIS SERÃO OS CATALISADORES DO PROCESSO DE APRENDIZAGEM

Serão 10 netweavers que vão sinergizar os seus fluxos pessoais com os fluxos dos participantes (os atores e o diretor do filme desencadeador): Augusto de Franco, Fernando BaptistaFernando Domingues Jr.Guta de FrancoLuiz de Campos JrNilton LessaOswaldo OliveiraSergio VenutoVivianne Amaral e Mario Salimon. Entrar no NEXT significa se conectar aos fluxos de vida, convivência social, investigação e aprendizagem dessas pessoas.


O TEMPO ESTÁ PASSANDO

As vagas são muito limitadas e já estão sendo potencialmente preenchidas por vários candidatos.

E aí? Topa ou não topa?

Se você topa continue lendo.
.
.
POR QUE HAVERÁ SELEÇÃO?
.
Porque os ambientes onde o programa se realizará são limitados fisicamente e neles não cabem mais do que 20 pessoas (além dos catalisadores-netweavers). Não haverá uma seleção econômica porque o programa não tem preço (nesta sua primeira oferta). A seleção será feita a partir da avaliação das possibilidades de sinergia do fluxo de cada um com os fluxos dos promotores do programa e a partir da declaração de cada um de como pode ajudar a manutenção e o desenvolvimento do programa (não necessariamente com recursos financeiros para custear as despesas, mas com todo tipo de recursos).
.
.
POR QUE É PRESENCIAL?
.
.
.

FORMULÁRIO PARA SER PREENCHIDO PELOS CANDIDATOS À INSCRIÇÃO ESPECIAL NO NEXT

Responda no campo de comentários abaixo mantendo os números dos itens:

1 [nome completo]

2 [e-mail]

3 [o que você está fazendo agora - use no máximo 5 linhas]

4 [o que você deseja fazer no próximo ano - use no máximo 3 linhas]

5 [por que você quer entrar no Programa NEXT - use no máximo 3 linhas]

6 [como você pode contribuir para a manutenção e desenvolvimento do Programa NEXT: com dinheiro (quanto?), com outro tipo de recurso (qual?) - use no máximo 10 linhas]

 

Depois de preencher os cinco itens descritos acima no campo de comentários abaixo e clicar ADICIONAR COMENTÁRIO, aguarde confirmação que será enviada por e-mail (caso seja selecionado).

 

Comentar

Você precisa ser um membro de LABE=R para adicionar comentários!

Comentário de Augusto de Franco em 24 julho 2013 às 17:10

NEXT: O QUE VEM AGORA

Estão encerradas as inscrições para o Programa NEXT. Retirando da lista os que não podem vir a São Paulo com regularidade, temos o dobro (ou mais) de candidaturas do que de vagas. As vagas são limitadas mesmo porque é um programa presencial de vivência (não um curso ou um conjunto de palestras) e os equipamentos de que dispomos são limitados fisicamente.

O que vem agora? Vamos pedir uma confirmação daqueles que forem selecionados. A seleção será feita com base em uma avaliação subjetiva de sintonia - ou possibilidades de sinergia - do fluxo de cada um com o fluxo dos catalisadores ou inspiradores que acompanharão a turma. E também com base na reciprocidade declarada: como cada um disse que pode contribuir para a manutenção e desenvolvimento da iniciativa, com recursos de toda ordem, não apenas - nem principalmente - financeiros.

Os que confirmarem terão sua inscrição efetivada. Se o número de confirmações for menor do que 25, procederemos à nova avaliação e nova solicitação de confirmação.

Quem avaliar que não tem tempo para se dedicar às atividades (não apenas comparecer nas segundas-feiras) não deve confirmar pois estará tirando a possibilidade de outra pessoa entrar no programa.

As atividades começam às 19h30 de segunda-feira 5 de agosto no LABE=R. Até o final desta semana (dia 28 de julho de 2013) faremos a consulta por e-mail e, em seguida, enviaremos a confirmação (também por e-mail).

Sinto que será uma experiência profunda e relativamente longa (4 meses) de investigação-aprendizagem e de novas formas de convivência e interação. Será inédita, para todos nós: participantes e catalisadores.

Forte abraço a todos.

Comentário de Augusto de Franco em 24 julho 2013 às 11:27

Comentário de Arthur Ronald Steiner em 24 julho 2013 às 10:59

1. Arthur Ronald Steiner

2. arthur.steiner@attglobal.net

3. Sou consultor de empresas na área de estratégia e gestão com conhecimento em construção de cenários, formulção de estratégias tanto de negócio como de organização.  Trabalho com modelos organizacionais fundamentados na auto-organização e auto-gestão e, portanto, não orietados a uma hierarquia de comando e controle e sim de complexidade/ redes.  Fundamentos do trabalho de Maturana, Luhmann, Triest, Pichon-Rivière, van der Heijden entre outros e nos conceitos de sistemas complexos e sistemas sociais que compõe a metodologia "Human Activity Systems".  Consultor associado da The Twelve B.V. em Amstredam.

4. Aprofundar mais os conceitos e a prática.  Aumentar a base de clientes.  Divulgar os conceitos, fundamentos, metodologias, práticas e resultados oferecem palestras, rodas de conversa e seminários.

5. Encontrar mais pessoas que atuam e/ ou estudam novos paradigmas organizacionais, sistemsa sociais, sistemas complexos/ não lineares/ turbulentos e, a evolução do ambiente social e ecológico.

6. Posso contribuir com a troca de idéias, apoiar/ ajudar na organização de eventos e outras iniciativas, oferecendo palestras, etc. 

Comentário de dalvaci araujo porto santiago em 24 julho 2013 às 9:29

1.Dalvaci Araujo Porto Santiago

2. dalvacisantiago@yahoo.com.br

3. Sou licenciada em História. Morei 30 anos em Salvador/Ba. Atuo como profissional e ativista social na área de educação ambiental desde 1994. Cheguei aos 52 anos e necessito revitalizar minha vida profissional. Vim prá São Paulo há 4 meses em busca de sonhos e respostas consistentes/sustentáveis em termos profissionais. Estou em busca de trabalho e de novos desafios profissionais.

4.Realizando um projeto profissional consistente e gratificante.

5.Porque me sinto muito isolada e quero “pertencer” afetivamente a um grupo bacana e quero contribuir com processos de Rede, quero ser uma ferramenta de transição efetiva no processo de empoderamento social.

6.Posso contribuir com mediação de processos educativos em sustentabilidade, permacultura,escrita criativa, sistematização de relatórios e memoriais, além de tempo, idéias, e muita vontade de participar do processo do grupo.Minha moeda é o meu trabalho.

 

Comentário de Leandro Pinheiro em 23 julho 2013 às 21:33

1 Leandro Pinheiro

2 leandro@ficalaemcasa.com.br

3 Agitador da Economia Colaborativa no Brasil. Sócio idealizador do Fica lá em Casa. Com forte atuação nas áreas de economia do compartilhamento, inovação, economia criativa, consumo colaborativo, processos co-criativos, empreendedorismo social, novos modelos de negócios, etc. Professor universitário e de MBA

4 Desenvolver projetos em rede de impacto social, como o Desapego Coletivo, trabalhar com educação livre, ajudar o Madalena 80 no que for solicitado e me envolver em outros projetos que for convidado ou me "der na telha" fazer... rsrsr!! Ah, e arrumar uma forma de me sustentar com tudo isso!

5 Para ampliar a rede de contatos, facilitar o processo de desenvolvimento de negócios em rede e contribuir com minha energia para o grupo.

6 Posso contribuir como netweaver, com minha vivencia na economia do compartilhamento, processos colaborativos, como divulgador dos próximos Next e com rateio, se necessário,  para manutenção do programa. Também ofereço minha casa em um local com muita área verde, próximo a São Paulo, caso queira promover encontros fora da rotina da selva de pedra (tem forno de pizza para uma pizzada,,rsrs!!)

Comentário de ademar bueno em 23 julho 2013 às 20:43

1 Ademar Bueno

2 ademar.bueno@fgv.br

3 Sou professor Sustentabilidade da FGV e Mackenzie: coordeno o LabIES-FGV (Laboratório de Inovação, Empreendedorismo e Sustentabilidade); desenvolvo uma série de atividades com jovens e universitários em diversos locais na periferia de São Paulo (Calouro Cidadão); sou um líder Raps (www.raps.org.br), proposta de desenvolvimento de lideranças políticas para sustentabilidade; coordeno a área Educacional da Virada Sustentável; sou Conselheiro do Minha Sampa, criado pela Purpose. E agora graduando em Psicologia.

4 Continuar na FGV, implementar um negócio social focado em universitários e desenvolvimento de cidadania, me engajar nos movimentos políticos que ficarão mais fortes em 2014.

5 Participei como provocador/palestrante no Festival de Ideias, dentro da Virada Sustentável no ano passado e adorei o método proposto pelo Augusto, e creio que a Next pode me ajudar no desenvolvimento de todos os projetos em que atuo. A proposta é incrivelmente inovadora, passível de multiplicação em escolas e faculdades!!

6 Posso participar financeiramente, de acordo com valores dentro do meu orçamento que anda apertado devido a todos os investimentos que estou fazendo em educação e novo negócio (algo como R$ 100,00). Tenho uma rede de atuação muito forte dentro de universidades, além da própria FGV, e posso levar essa proposta para diversas possibilidades.

Comentário de Alan Moraes em 23 julho 2013 às 20:14

1 Alan Moraes

2 alannainternet@hotmail.com

3 Gestor da REC - Rede de Economia Criativa - Gerente de Relacionamento do Istituto Europeo di Design IED São Paulo

4 Ampliar o projeto da REC (Labec - Laboratório de Empreendedorismo Criativo)

5 Compartilhar idéias e principalmente estabelecer relacionamentos que contribuam ao desenvolvimento humano.

6 A contribuição poderá ser feita via depósito no valor de até 60,00 mensais

Comentário de Fabrício Valle em 23 julho 2013 às 7:59

1 Fabrício Rodrigues Valle

2 fabriciovalle@novial.net.br

3 Mudei de Brasília para São Paulo para estruturar aqui um escritório da Intraespo - Organização Mundial para o Desenvolvimento da Economia Esperantista www.intraespo.org/info, para alavancar a Rede Esperanto www.redeesperanto.com.br e para reinventar minha vida profissional (era corretor de imóveis em Brasília). Estou focado nisso.

4 No próximo ano continuar aprofundado meu processo de individuação, de busca interior, alinhando tudo com minha vida externa. Tenho procurado viver criativamente e em 2014 quero retomar meu trabalho como editor, que abandonei em 1995, quando fechei uma pequena editora que tinha, devido a grandes erros de estratégia e administração. Enfim, iniciarei um grande ciclo dedicado à criatividade.

5 Por dois motivos: sinto que o Programa NEXT poderá me ajudar a alcançar os meus objetivos e poderei ajudar outras pessoas a alcançar os seus. Ou seja, vejo o NEXT como um programa de interação humana potecializadora de nossas qualidades positivas

6 Posso ajudar com meus conhecimentos técnicos de webmaster (fiz por exemplo o site www.falesperanto.com.br ), com parcerias para criação de cursos básicos de Esperanto, que gere renda para o programa (e para mim também), com divulgação do Next e da Escola de Redes junto ao público esperantista brasileiro e internacional, com assessoria em serviços gráficos (por ter sido editor e ter editado livros, jornais e revistas, tenho bons conhecimentos dos caminhos para se editar a baixo custo: conheço diagramadores - em Brasília, esquemas de baixa tiragem, impressão de jornal em rotativas etc). E posso ajudar também com ideias e meu empenho para que o programa NEXT atinja seus objetivos.

 

Comentário de Raquel Marques em 23 julho 2013 às 6:16

1 Raquel Marques

2 raquelmarques@hotmail.com

3 Ativismo!

4 Continuar trabalhando para uma sociedade mais justa e democrática.

5 Para parar de confundir interação com participação (rsrsrsr) e para pensar junto novos caminhos democráticos que privilegiem o fluxo e a abundância.

6 Rateio de custos, horas de trabalho e divulgação dos próximos NEXT.

Comentário de Gisela Kassoy em 22 julho 2013 às 13:04

1. Gisela Kassoy

2. gisela@giselakassoy.com.br

3.Sou consultora de empresas, especialista em Criatividade , Inovação e Adoção de Ambientes Digitais

4. Aprofundar temas como colaboração, cocriação e crowdsourcing

5. Vai contribuir para meu conhecimento e sobretudo para minha transformação como pessoa.

6. R$ 250,00/mês, meu conhecimento sobre processo criativo e sobre dinâmica de grupos. Minha experiência como baby boomer confrontando-se com o universo digital

 

Comentário de Teo Petri Branco em 22 julho 2013 às 3:10

1 Teo Petri Branco

2 teopetribranco@gmail.com

Vim para S Paulo há 6 meses pela vontade de me conectar com os fluxos e à maneira da troca que esse lugar tem e permite experimentarmos a partir dele. Aprender e explorar riquezas (humanas). Conecto ideias de Emp Social, com Produção Cultural (Festivais/Eventos) e mais a interação a partir da distribuição do Curto Café em Sampa. Hoje busco estudar a sociedade em rede e aberta, sendo esse um grande meio campo com o que faço(a). Faço/vivo o que quero e gosto. Estou vivendo mais (acho).

4 Viver o fluxo abrindo espaços, realizando eventos, abrindo o aprendizado e a experiencia de vida nos lugares que estou e influencio. Rio, São Paulo e Paraty são espaços onde tenho mais conexões e onde posso e quero provocar a cocriação de novas formas de convivência. Apoiar mais a NEXT Generation. 

Porque toda experiencia com Venuto, Nilton, Augusto, Luiz e Oswaldo foram de enorme sensação de identidade com as ideias. Construir pelo positivo, testando lógicas, sistemas e (des)organizações humanizando as relações. Fazer com que "a gente" viva do que sonha. Colaborar e Cuidar (amar).

Posso contribuir muito com tempo ao processo, com certos espaços na cidade de São Paulo, Paraty e Rio, acolhendo grupos para a realização do programa do livro e do filme. Com muito café bom! Registros e Facilitação Gráfica, Mapas Mentais, produção e articulação das ações do grupo. Tenho experiencia desde sempre com teatro, cinema, artes plásticas e turismo que podemos conectar para o NEXT. Bastante contato de pessoas que estão criando fora da Matrix. Adoro ter contato com pessoas, conhece-las, interagir e provocar fluxo. Tenho amigos de diferentes idades e origens que posso convidar a participar. Elaborar e realizar eventos para distribuição (livro e filme). Os temas do NEXT me provocam fortemente, me entrego com muita atenção, cuidado, foco, escuta, paixão e toda intensidade de uma pessoa comum. Tenho 27 anos e muitos amigos dentro da Matrix, quero que eles sejam também (se assim quiserem) NEXT Generation. Com Tecnologias Sociais. E com a entrega da minha escolha de que quero honrar a possibilidade que vcs estão gerando pro mundo com o NEXT. Obg.

Comentário de Liane Bittencourt em 21 julho 2013 às 7:00

1. Liane Bittencourt

2. lianebittencourt@hotmail.com

3. Meidação e relatoria das pré-conferências da comissão municipal da Assistência Social.

4. Mestrado dando continuidade ao tema arte e resiliência.

5. Pensar a construção de territórios simbólicos sob outro paradigma.

6. Posso contribuir com 100,00 p/mês e com minha participação no que for preciso.

Comentário de Carla Ferro em 20 julho 2013 às 11:45

1 Carla Ferro

2 ferro.carlacristine@gmail.com

3 Trabalho tecendo redes de pesquisadores e comunidades de aprendizagem. Pesquiso ética, redes e democracia. Cocrio hortas e ocupação de espaços públicos. Investigo e experimento formas de vida não-hierárquicas.

4 Pesquisar ética, redes e democracia, só que mais e com mais gente. Aprender mais sobre a nova ciência das redes e fazer pontes com a filosofia política.

5 Para estar/interagir com essa malucada toda que vai estar lá.

6 Com 4 mil reais, com ideias, enorme vontade de interagir e muita disponibilidade para o que aparecer. 

Comentário de Rosangela Aparecida Correa em 20 julho 2013 às 8:57

1 – Rosangela Aparecida Corrêa

2 – roapcorrea@yahoo.com

3 – Hoje atuo como Psicoterapeuta Junguiana – Pós-Graduada em Psicologia Junguiana, pela FACIS-SP, e também como Massoterapeuta e administradora da empresa Imasqui Holística Ltda, oferecendo Quick Massage in company. Entretanto, atuei na área de IT por 12 anos, como Analista de Sistemas e gerente de projetos para desenvolvimentos de Software(setor de varejo). Migre da área de exatas para área de humanas há 9 anos.

4 – Desejo continuar aprendendo mais e novas coisas, experienciando-as. Utilizando estas experiências/aprendizados no cotidiano, tanto quanto possível, assim como propagando estas novas possibilidades por onde passarmos e até onde alcançarmos.

5 – Por que amo novos conhecimentos, novos aprendizados/experiências e desafios! Pois para mim, estas informações e vivencia são novas. Cheguei até aqui a partir da minha primeira participação em uma grande manifestação popular (17 de Junho)... Conheci pessoas, fiz amizades, e através do Facebook, me tornei “amiga” dos amigos de alguns, e tenho recebido alguns convites para eventos interessantes que vão de encontro com minhas afinidades pessoais. Por isto, O PROGRAMA NEXT CHAMOU MINHA ATENÇÃO!

6 – Sinceramente, eu ainda não sei como contribuir!!! Do que precisam???....

Sim, eu posso e estou disposta a contribuir com alguma quantia financeira. Um estudo como o programa NEXT, não fazia parte de meus planos, mas eu também não tinha planejado participar das manifestações de Junho e de muitas coisas que tenho vivenciado nas últimas semanas, e por tudo isto, mesmo já tendo responsabilidade financeira com outros estudos/grupos, eu posso replanejar meu orçamento neste sentido.

 

Sou curiosa, disposta e atuante em tudo que me proponho a fazer! Se aceita, farei parte da equipe atuando onde for necessário e minhas aptidões pessoais e profissionais permitirem.

 

Pois como já dizia o poeta Raul: “Eu prefiro ser. Essa metamorfose ambulante. Do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo...”.... e todos!!! rs

Comentário de Geraldo Milet em 18 julho 2013 às 15:28

1 Geraldo Milet

2 geraldomilet@gmail.com

3 Atualmente tenho condensado a aprendizagem vivida no último locus - 2009 a 2012, quando cursei gestão de políticas públicas e conheci, apaixonei-me e vivi o universo das redes, principalmente no mundo TEDx- e convertendo em propostas práticas e de pesquisação (dando continuidade ao estudo de cap. humano, social e desenvolvimento local no ecossistema TEDx).

4 Desejo estar unido - e unir -, atuando e co-criando à constelações (novas ou sempre em estado beta) polimorfas, horizontais e colaborativas que estejam dispostas à focalizações efetivas e apresentem fluzz genuíno dentre os nós/links de sua rede. Não é utopia; afinal, o NEXT está vindo para provar justamente o quanto é possível.

5 Seria de grande prestígio fazer parte do time, pela possibilidade de viver (na verdade, uma vivencia co-criada, mutável e continua) uma experiência riquíssima, com alto teor de incepções alternativas, almejadas, e quiçá fatídicas (se trabalhadas no ideal individual, numa sociedade em rede - em excelência, distribuída -). 

6 Se eu fizer parte do time, assumo o compromisso  de preparar o coffe-break de todos os nossos encontros, até que a supernova nos separe! Contribuirei também por vias do capital humano, compartilhando conhecimento em metodologias (psicosociais, gerenciais, interativas) assim como pelo storytelling de experiências vividas. E, por fim, no capital social, tenho alta plasticidade de adequação (produtiva) à grupos multiformes, e, havendo objetivo em comum (como é o caso do NEXT) a pré-disposição já vem incluída no pacote.

Obrigado pela atenção, meus irmãos. 

Geraldo.

Comentário de Maria Thereza do Amaral em 18 julho 2013 às 13:40

1 maria thereza do amaral

2 mariathereza.amaral@gmail.com

3 organizando minha consultoria e sendo netweaver

4 atuar na minha consultoria e ser cada vez mais tecelã/desveladora de negócios sociais em rede

5 para poder entrar em um ambiente de experimentação que me possibilite desenvolver o tópico 4 com mais profundidade, intensidade e foco.

6 a princípio, sendo netweaver.

Comentário de Gabriel Menezes em 18 julho 2013 às 9:05

1. Gabriel Menezes

2. gabriel@ahpce.org.br

3. Sou diretor da ONG (www.ahpce.org.br), atendemos mais 15mil pessoas por mês com ações de educação integral, conservação ambiental e economia solidária e junto com a equipe estamos reestruturando a organização para funcionar como uma plataforma de apoio a iniciativas de desenvolvimento sustentável.

4. Em 2014 pretendo implantar a Agência de Ecomercado, com a formação de empresas sociais da AHPCE, atuando em rede com demais organizações para conservação da Reserva da Biosfera do Cinturão Verde de São Paulo, uma área de 78 municípios, mais 15 milhões de habitantes e um dos maiores PIBs da América Latina .

5. Com o NEXT, espero me capacitar melhor para desenvolver este trabalho através de redes distribuídas.

6. Posso contribuir para o NEXT com 50% do valor (R$ 500,00/mês), com 4 horas semanais de trabalho voluntário e disponibilizando os programas e ações da AHPCE como laboratório para o grupo e demais membros da Escola de Redes.

Comentário de Ariolino de Andrade Azevedo Jr. em 17 julho 2013 às 15:53
1 ARIOLINO DE ANDRADE AZEVEDO JUNIIOR
2 a.andrade@attglobal.net
3 Atuo como consultor/facilitador em processos de implementação de maturidade individual/organizacional em empresas. Utilizo como base deste processo, dinâmicas para reforço/ desenvolvimento de caracterísitcas de uma pessoa e organização madura que são 7C's (Confiança, Compromisso, Co-criação, Comunicação, Conexão, Celebração/Correção de Curso e Carinho). Estes conceitos visam propiciar pessoas e organizações mais maduras e criadoras com a consequente flexibilização de hierarquia nas mesmas.
4 Evoluir nos processos de conhecimento e compartilhamento de técnicas e ferramentas que propiciem o desenvolvimento de empresas mais maduras. Através do trabalho com empresas, acredito estar contribuindo para o desenvolvimento de seus profissionais e consequentemente da sociedade.
5 Compartilhar meus pensamentos e conhecimentos, refletir sobre os mesmos, aprender com demais e co-criar novas formas de desenvolvimento pessoal, empresarial e social.
6 Para o desenvolvimento, acredito que possa contribuir com alguns conhecimentos que tenho sobre metódos e ferramentas que propiciam a participação de grande quantidade de pessoas em processos de co-criação e também de implementação destes processos, implementados em empresas brasileiras e algumas internacionais podendo conectar algumas a este projeto.Acredito que a minha participação na manutenção ocorrerá quando da minha efetiva participação no mesmo, onde poderei fortalecer o entendimento e comprometimento. Uma vez entendido e comprometido serei difusor do mesmo junto a minha rede de relacionametos e buscarei possíveis patrocinadores e difusores do mesmo. Durante este período inicial de 4 meses poderei contribuir com R$ 1.000,00/ mês.
Comentário de Giovanni Gigliozzi Bianco em 17 julho 2013 às 12:46

1 - Giovanni Gigliozzi Bianco


2 - giovanni@gigliozzi.com


3- O que eu faço é isso mesmo, é netweaving: conectando pessoas, ideias, projetos e fluxos, em dinâmicas livres, transformativas e baseadas na interação. Por exemplo: coconstruindo ações de Saúde e Bem-estar numa lógica de rede; cocriando e transformando os métodos do PJ-MAIS (que tem 14 núcleos de educação integral e ecoprofissional de jovens no estado de SP) para uma lógica de educação livre/democrática/integral, e pra cuja gestão temos a intenção clara de funcionar como rede distribuída. Há 3 anos estou pesquisando, experimentando e aprendendo a tornar a lógica de redes real e funcional.

4- Meu desafio específico para o próximo ano é contribuir para esses projetos fluírem, emergirem de forma livre, se tornarem o que precisam ser à medida que me torno, neles, o que sou.


5- Porque quero continuar a aprender sobre o fluir e as redes, da única forma possível: experimentando, fazendo, interagindo, sendo esse fluxo. Desejo descobrir caminhos, habilidades e pessoas para tornar essas ações/projetos espaços de liberdade e vivência desses valores. Quero desinstalar esse programa verticalizador que roda em nós, nas relações, nas instituições.


6- Posso contribuir com: dinheiro (pelo menos R$ 80,00/mês, possivelmente mais); entusiasmo, curiosidade e espírito investigativo sobre redes e como desobstruir seus fluxos; paixão por ouvir, instigar, provocar, questionar, refletir, inspirar, conectar, engajar, cocriar, facilitar espaços de convivência, espontaneidade e afeto; conexões a grupos que estão aprendendo e empreendendo numa lógica de rede (na educação, no "terceiro setor", na mobilização local, na sustentabilidade, nas políticas públicas, na cidadania, na espiritualidade); conhecimento prático e de literatura em ciência política, democracia, filosofia da ciência, teoria de sistemas, "desenvolvimento local", visão integral, psicologia e consciência, educação, e espiritualidade não-religiosa; experiência com ações de mobilização local e terceiro setor; algumas habilidades práticas de facilitação de grupos e colaboração; familiaridade com diferentes plataformas/ferramentas tecnológicas que facilitam cocriação. Principalmente, minha vontade de cocriar esse programa com vocês, minha disponibilidade e abertura para influenciar e ser influenciado, polinizar e levar o programa para onde ele tiver que ir. 

Comentário de Daniel Maldaner em 17 julho 2013 às 10:02

1 - Daniel Maldaner

2- daniel.maldaner@gmail.com

3 - facilitador de aprendizagem na formação de gestores e equipes; escritor no  blog "www.desenvolvendoequipes.com.br"; montanhista. 

4 - ampliar atuação na formação de equipes "autonomas" em empresas, mestrado, viagens. 

5 - Ampliar entendimento e competência  de "como" construir a "eliminação da hierarquia" nas empresas. 

6 - com dinheiro (R$100,00) por mês, meus conhecimentos em processos de aprendizagem em grupo, desenvolvimento de equipes e gestores. 

© 2014   Criado por Augusto de Franco.

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço