Escola de Redes

Informação

ESTUDANDO DUNCAN WATTS

Para traduzir, estudar e discutir os textos de Duncan Watts e outros pesquisadores associados

Membros: 41
Última atividade: 6 Jul

O QUE FARÁ ESTE GRUPO

PARA ACESSAR TODOS OS LIVROS DA BIBLIOTECA CLIQUE AQUI

FAÇA AQUI O DOWNLOAD DE PARTE DA BIBLIOTECA DUNCAN WATTS RECONSTRUÍDA.

Este grupo foi criado a partir de um comentário ao post À CAÇA DE TENDÊNCIAS & OUTROS ARTIGOS. O comentário dizia, em síntese, o seguinte:

"Este post... é muito importante. Chama a nossa atenção para o coração do debate atual sobre as redes sociais. Introduz a problemática com a qual estão se defrontando Duncan Watts e sua equipe e colaboradores (Nobi Hanaki, Alex Peterhansl, Peter Dodds, Matthew Salganik, Gueorgi Kossinets, Roby Muhamad, dentre outros).

Se queremos nos atualizar temos que acompanhar as investigações dessa turma, temos que conhecer o que eles vêm publicando, sobretudo de 2002 para cá.

Na bibliografia que está na homepage já estão indicados 3 livros de Watts (1999, 2003, 2006) que, infelizmente, não estão em Domínio Público (mas podem ser adquiridos facilmente na Amazon). No entanto, daqui a algumas horas vou postar 15 novos textos de Watts et allia cuja leitura pode nos colocar em sintonia com a pesquisa contemporânea.

Se queremos produzir conhecimento novo sobre a chamada "nova ciência das redes", não tem jeito: temos que estudar esses caras. Quem sabe até abrir um novo grupo aqui para se dedicar precipuamente a isso. O que vocês acham? E começar por traduzir os artigos que acharmos mais fundamentais."

Em seguida foram agregados à BIBLI.E=R 15 textos de Duncan Watts e colaboradores para download:

TEXTOS PARA DOWNLOAD DE DUNCAN WATTS... ET ALLIA


WATTS, Duncan & SALGANIK, Matthew (2009): Web-based experiments for the study of collective social dynamics in cultural markets

WATTS, Duncan & SALGANIK, Matthew (2008): Leading the Herb Astray: an experimental study of self-fulfilling prophecies in an artificial cultural market

WATTS, Duncan & LOPES-PINTADO, Dunia (2008): Social influence, binary decisions and collective dynamics

WATTS, Duncan, DODDS, Peter, PETERHANSL, Alex, HANAKI, Nobi (2007): Cooperation in evolving social networks

WATTS, Duncan (2007): Challenging the influentials hypothesis

WATTS, Duncan & DODDS, Peter (2007): Networks, influence, and public opinion formation

WATTS, Duncan & KOSSINETS, Gueorgi (2006): Empirical analysis of evolving social networks

WATTS, Duncan, SALGANIK, Matthew, DODDS, Peter (2006): Experimental study of inequality and unpredictability in an artificial cultural market

WATTS, Duncan & DODDS, Peter (2005): A generalized model of social and biological contagion

WATTS, Duncan, DODDS, Peter, MUHAMAD, Roby, MEDINA, Daniel (2005): Multiscale, recurrent epidemics in a hierarchical compartment model

WATTS, Duncan (2004): The "new" science of networks

WATTS, Duncan & DODDS, Peter (2004): Universal behavior in a generalized model of contagion

WATTS, Duncan, DODDS, Peter, SABEL, Charles (2003): Information exchange and robustness in organizational networks

WATTS, Duncan, DODDS, Peter, MUHAMAD, Roby (2003): An experimental study of search in global social networks

WATTS, Duncan (2003): Seis graus de separação | Download alternativo = Seis_Graus_de_Separação Watts.pdf

WATTS, Duncan & DODDS, Peter (2002): Identity and search in social networks

E agora (28/07/09 08:00) foi afinal aberto este grupo. Suas normas de funcionamento ainda não foram estabelecidas. Estamos aguardando sugestões dos interessados.

Fórum de discussão

DUNCAN WATTS

Iniciado por Augusto de Franco 17 Nov, 2011.

O EXPERIMENTO DE DUNCAN 1 resposta 

Iniciado por Augusto de Franco. Última resposta de Alberto de Francisco 23 Ago, 2011.

RECENT PUBLICATIONS, PROJECTS AND NEWS

Iniciado por Augusto de Franco 20 Ago, 2011.

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de ESTUDANDO DUNCAN WATTS para adicionar comentários!

Comentário de Clara Pelaez Alvarez em 21 janeiro 2010 às 14:55
Já traduzi as notas e os agradecimentos que faltava traduzir. Só não sei mesmo como colocar as fórmulas e as imagens não consegui copiar, não sei se tem algum macete que alguém possa me ensinar para fazer essas coisas. Também seria muito bom que alguém fizesse uma revisão na tradução! Enfim, aí vai a última versão.
Experimentos baseados na web Duncan Watts -tradução.doc
Comentário de Augusto de Franco em 26 dezembro 2009 às 6:48
FRANCO, Augusto (2003-2006): O experimento de Duncan
Comentário de Augusto de Franco em 26 dezembro 2009 às 6:34
WATTS, Duncan (2003): Six Degrees: the science of a connected age
Comentário de Augusto de Franco em 26 dezembro 2009 às 6:30
Traduzi e publiquei, em 2003, o artigo "An Experimental Study of Search in Global Social Networks" de Peter Sheridan Dodds, Roby Muhamad & Duncan J. Watts, publicado in Science 8 August 2003: Vol. 301. no. 5634, pp. 827 - 829 | DOI: 10.1126/science.1081058.

Para ler o texto original clique aqui (mas não é free!).

Um abstract na Science:

We report on a global social-search experiment in which more than 60,000 e-mail users attempted to reach one of 18 target persons in 13 countries by forwarding messages to acquaintances. We find that successful social search is conducted primarily through intermediate to weak strength ties, does not require highly connected "hubs" to succeed, and, in contrast to unsuccessful social search, disproportionately relies on professional relationships. By accounting for the attrition of message chains, we estimate that social searches can reach their targets in a median of five to seven steps, depending on the separation of source and target, although small variations in chain lengths and participation rates generate large differences in target reachability. We conclude that although global social networks are, in principle, searchable, actual success depends sensitively on individual incentives.

Para ler excertos na minha publicação:

WATTS, Duncan, DODDS, Peter, MUHAMAD, Roby (2003): Um estudo experimental de busca em redes sociais globais (excertos inseridos no artigo FRANCO, Augusto (2003): O experimento de Duncan (in Carta Capital Social 107).
Comentário de Augusto de Franco em 26 dezembro 2009 às 5:50
Estou empenhado em entrar em 2010 concluindo as tarefas de 2009. O texto de WATTS, Duncan & SALGANIK, Matthew (2009): Web-based experiments for the study of collective social dynamics in cultural markets, que começou a ser traduzido pela Clara, precisa ser finalizado. Quem gostaria de ajudar? Eis o texto. E eis a tradução que precisa ser finalizada.
Comentário de Augusto de Franco em 4 outubro 2009 às 9:44
Ei Clara e todo pessoal. Está na hora de concluirmos esta tradução do importante paper de Watts e Salganik (2009) feita pela Clara. Quem pode ajudar? Eis aqui o texto.
Comentário de Maria Thereza do Amaral em 24 agosto 2009 às 14:36
.
Clara,
.
Duvido que ele já os tenha.
.
Comentário de Clara Pelaez Alvarez em 24 agosto 2009 às 14:12
Bom, Maria Thereza, se é isso.... Falta compartilhar os dados!
Comentário de Maria Thereza do Amaral em 24 agosto 2009 às 14:04
.
Clara,

Vou entregar o Augusto ... (eh,eh,eh), mas o que você acha que o Augusto está fazendo ?

Não é só isso, é óbvio, só a biblioteca que ele ( e outros companheiros de Escola, mas ele é o principal 'alimentador') está montando... se fosse só um experimento era caso de internar...

Mas o Augusto está (também) fazendo um grande e MUITO interessante experimento...
.
.
Comentário de Clara Pelaez Alvarez em 24 agosto 2009 às 13:36
Gente, vou continuar provocando! Estou muito interessada em bolar alguma pesquisa por aqui! Então, aqui vão algumas idéias que me ocorreram...

A experiência do Duncan Watts trata de um assunto para mim muito fascinante: como funciona o sucesso em mercados culturais? Por exemplo, porque o Harry Potter fez esse estrondoso sucesso? Teria sido possível prevê-lo antes? Que impacto a influência social tem na imprevisibilidade do sucesso?

O Duncan (já fiquei íntima he he) criou um ambiente web e envolveu umas 17.000 pessoas em 4 experimentos sobre mercados culturais.
Dentre um cardápio de 48 músicas as pessoas escolhiam e baixavam as suas preferidas. Ele separou essas pessoas em dois mundos diferentes: “mundos de influência social”, onde as pessoas eram informadas sobre as cotações das músicas antes de fazerem suas opções e “mundos independentes” onde ninguém tinha idéia das cotações das músicas. Nos dois primeiros experimentos os participantes eram adolescentes americanos em sua maioria e nos dois últimos os participantes tinham idade maior e eram mais diversificados. Nos quatro experimentos os resultados foram similares: nos mundos de influência social a imprevisibilidade do sucesso foi maior que nos mundos independentes.

Algumas coisas que me ocorreram ao estudar este paper:

1. O sucesso no mercado cultural (livros, músicas, shows, etc) tem a ver com o inconsciente coletivo do Jung (?!). Em outras palavras, prever um sucesso teria a ver com entender o que é que subjaz no inconsciente da humanidade... Isso, por sua vez teria que ser associado à nossa característica mimética, essa pulsão de fazer como os outros.

2. Montar um experimento web tem um enorme desafio: como conseguir a participação das pessoas? No final do paper o Duncan aventa a possibilidade das pessoas serem pagas... Mas isso tornaria o experimento quase inviável financeiramente.

3. A conclusão do Watts (descrita acima) pareceu-me óbvia! É evidente que o mimetismo social é um fator de imprevisibilidade.

4. O laboratório mudou, as condições mudaram, as premissas mudaram, mas basicamente o espírito continua o mesmo: é necessária uma tradução matemática para que algo seja considerado ciência. Aí me embatuco e penso que só uma matemática muito simples pode ser aplicada aqui. A complexidade matemática não é aplicável à complexidade social...

5. A matemática só trabalha com elementos quantificáveis. Teríamos que atribuir valores (quantidades) a coisas que me parecem não mensuráveis como o inconsciente coletivo e a capacidade de mimetismo. Ou será que podem ser mensuráveis?

Outras considerações:

1. A web pode ser considerada um laboratório para a Ciência das Redes, o que significa que qq um pode se tornar um cientista de redes. Nenhuma novidade nisso, só achei legal reforçar a idéia;
2. Aqui na Escola temos todos os conhecimentos e ferramentas necessárias para fazer pesquisas com redes. Mais específicamente, temos aqui pessoas de várias áreas de conhecimento: físicos, psicólogos, sociólogos, antropologos e por aí vai... e uma plataforma tecnológica;
3. Somos uma população de mais de 2.000 pessoas aqui na Escola, um bom grupo para lançarmos um primeiro experimento em escala (no experimento do Duncan foram mais ou menos 1.700 pessoas em cada mundo);
4. Pensei que poderíamos bolar algo e fazer a coisa acontecer por aí. Temos tudo na mão!
5. O que poderíamos pesquisar? Bem, eu particularmente gosto imensamente da idéia da influência social, até porque estou envolvida em criar um simulador do comportamento das redes.
Então, acho que poderia ser algo como descobrir como o inconsciente coletivo e a nossa característica mimética influenciam nossas decisões...
 

Membros (41)

 
 
 

© 2017   Criado por Augusto de Franco.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço