Escola de Redes

TECNOLOGIA DE APRENDIZAGEM NUMA CULTURA PÓS MODERNA

Informação

TECNOLOGIA DE APRENDIZAGEM NUMA CULTURA PÓS MODERNA

Grupo destinado a pensar, conceber, desenvolver e executar uma tecnologia de aprendizagem em rede com base na interação colaborativa e na cocriação.

Local: Camaçari, Bahia
Membros: 19
Última atividade: 17 Out, 2016

DESAFIOS DA APRENDIZAGEM NA CULTURA POS MODERNA

A idéia que nos move é poder criar uma tecnologia que possa ser empregada em ambientes fora de escolas, de universidades,  de instituições de ensino-aprendizagem. Não visa melhorar, remodelar, reinventar, modernizar ou aprofundar as tecnologias de ensino aprendizagem atualmente existentes nestas instituições hierarquizadas cuja morte está se aproximando. Trata-se de criar, inventar,  desenvolver  e aplicar  uma ou várias tecnologias que sirvam para o aprendizado em rede, nos mundos altamente conectados deste início de terceiro milênio,  que possam ser empregada nas redes sociais, quando os netweavers já entrarão em seus projetos  com esse conhecimento tecnológico formulado para potencializar o desenvolvimento dos seus trabalhos. Para tanto precisaremos pensar em alguns conceitos como aprender em rede, aprender colaborativamente, inteligência coletiva, desaprender, aprender a desaprender, aprender a aprender, aprender enquanto se faz, inovar, inventar soluções, multidisciplinariedade, visão holística dos desafios atuais para a humanidade na área de aprendizagem,  pautadas pelas técnicas de colaboração,  cocriação em comunidades de projetos, em situações problema, em questões que exigem respostas práticas para desafios que ainda não foram vencidos com base nas tecnologias já existentes. Então reunir, potencializar, fomentar, incentivar a inteligência coletiva, colaborativa e cocriadora imagino que seja uma forma inovadora de fazer novos enfrentamentos de situações problemas cujos desafios não forma ainda superados.

Isso não tem nada a ver conceder diplomas e certificados por instituições de qualquer tipo, mas de ser vitoriosos e vencedores em situações desafiadoras antes não resolvidas em virtude de não existir ainda as condições tecnológicas, científicas e sociais para que essa tecnologia seja inventada e empregada. Portanto, penso que seja um novo desafio que apresento para a Escola de Redes e quem mais queira interagir para pesquisarmos e resolvemos colaborativamente, pois aqui na E=R, já há um acúmulo de desenvolvimento de pesquisas e ideias que poderão nos ajudar, fundamentar e possibilitar avançarmos, possibilitando-nos dar prosseguimento a partir do atual estágio de desenvolvimento da arte. A SECTI – Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado da Bahia, através do Parque Tecnológico da Bahia, com a Incubadora Áity,  lançou edital para o apoio a empreendimentos deste tipo, mas não estou com tempo para dedicar a conceber e formular o projeto institucional para poder inscrever a nossa ideia lá, nos moldes do edital,  de forma a podermos financiar a nossa pesquisa e desenvolvimento, mas creio, e talvez seja melhor assim, pensar em financiamento publico para essa nova pesquisa e desenvolvimento tecnológico, penso então que,  num blog ou site na web apropriado poderemos colocar a ideia do crowdfunding e do crowdsourcing para isso, sem as amarras da institucionalidade.

Fórum de discussão

SUGESTÃO DE PREMIAÇÃO PELA CRIAÇÃO DE NOVAS TECNOLOGIAS DE APRENDIZAGEM EM REDE

É uma pena que a melhor parte da entrevista que dei (veja no final da matéria aqui: http://youtu.be/35OG3AbmAA0), que é de extremo interesse público e que é…Continuar

Iniciado por ROBERTO SILVEIRA 23 Out, 2013.

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de TECNOLOGIA DE APRENDIZAGEM NUMA CULTURA PÓS MODERNA para adicionar comentários!

Comentário de Lelia Andrea Borges dos Santos em 26 setembro 2013 às 19:37

Hoje os meios de comunicação de massa estão muito mais desenvolvidos e de fácil acesso a toda sociedade,principalmente aos adolescentes e jovens estudantes de nosso país,eles utilizam a internet como colaboradora das suas informações pessoais,precisamos fazer com eles utilizem também em suas relações intelectuais,como fonte de estudo e de interação com outros estudantes não apenas da escola em que ele participa,mas também de outras escolas porque assim teriam como trocar informações e aumentar o conhecimento sobre diversos temas,seria uma sala de aula virtual,desenvolvendo saberes e compartilhando conhecimento.

Comentário de Vivianne Amaral em 26 setembro 2013 às 16:27

Oi Roberto, ando estudando tema. Aqui tem  alguns links legais

http://www.scoop.it/t/aprendizagem-by-vivianne-amaral

abraço

 

Membros (19)

 
 
 

© 2017   Criado por Augusto de Franco.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço