Escola de Redes

MECENATO = PESSOAS AJUDANDO PESSOAS

Everything That is Not Given is Lost

Tudo que não é dado está perdido (Provérbio Indiano)

|

Projeto apresentado no Festival de Ideias 2012 que não concorre ao investimento-semente. Foi apresentado apenas para ser mais uma oportunidade de cocriação.

\

O QUE É

Mecenato é uma plataforma para ajudar pessoas que estão reprogramando sociosferas com sua própria vida.

Pessoas que precisam de ajuda porque – neste momento de transição da sociedade hierárquica para uma sociedade em rede – não têm como cuidar da sua sobrevivência em ambientes conservadores (reprodutores) e, ao mesmo tempo, ensaiar novas experiências de construção de ambientes inovadores (criadores).

Essas pessoas só poderão continuar fazendo o que fazem se forem ajudadas, pessoalmente, a se manter vivendo em condições adequadas (que permitam a continuidade da sua atuação).

Mecenato financia pessoas que estão construindo mundos criativos e que estão – na prática – adotando comportamentos capazes de mudar comportamentos e não apenas fazendo discursos sobre a necessidade da mudança.

Mecenato financia pessoas, não projetos ou ideias, nem organizações, movimentos ou outros coletivos. Mecenato também não aceita doações de organizações empresariais, governamentais ou sociais: somente de pessoas (físicas).

São pessoas ajudando pessoas.

 

COMO FUNCIONA

Mecenato promove o encontro dos doadores (mecenas) com os recebedores (as pessoas que precisam de ajuda). Os doadores escolhem uma pessoa e contribuem mensalmente com um valor fixo. As contribuições, somadas, vão então compor uma bolsa (como se fosse uma bolsa de estudos, mas na verdade uma bolsa de vida) que será repassada ao recebedor mensalmente.

Os candidatos a recebedores dizem de quanto precisam para viver mensalmente durante determinado tempo (não superior a cinco anos). Os doadores determinam o valor que pretendem doar durante um tempo determinado (não inferior a um ano).

Trimestralmente os recebedores contam a história da sua vida. Os doadores recebem os relatórios e podem dizer, ao final de cada ano, se querem ou não continuar financiando as pessoas que escolheram.

Mecenato não é uma organização centralizada e sim uma plataforma de rede. Não tem coordenação, conselho ou qualquer outro mecanismo de decisão coletiva. Tem guardiães da proposta. São guardiães os criadores da plataforma. 

 

PARA SER RECEBEDOR

CONDIÇÕES PARA SE INSCREVER NO MECENATO COMO RECEBEDOR

1 – Você só deve se inscrever na plataforma de Mecenato como recebedor se avalia que deve continuar fazendo o que você faz e não tiver condições de continuar pela impossibilidade de ganhar os recursos necessários por outros meios (por exemplo, por meio de um emprego ou de outro empreendimento).

2 – Se você quer um emprego, quer prestar um serviço ou abrir ou manter um empreendimento, você não deve se inscrever como recebedor.

3 - Se você quer uma ajuda de custo para aumentar ou completar seus rendimentos, então você não é um bom candidato a recebedor do Mecenato. O Mecenato não é um “bico”, uma forma de ganhar mais algum recurso e sim uma espécie de bolsa para que você possa viver em condições de continuar fazendo o que você faz.

4 – Se você quer um recurso para realizar um projeto determinado você não deve se inscrever como recebedor. O único projeto considerado aqui é a sua própria vida.

5 – O valor dessa bolsa deve ser o suficiente para que você possa satisfazer as necessidades mínimas para continuar sendo operacional (ficando em condições de fazer o que quer continuar fazendo). Assim, você deve calcular suas despesas tendo como base, quando for o caso, itens como: moradia e taxas, alimentação, banda larga, plano de saúde, remédios, transporte, vestuário. O Mecenato não incluirá financiamento para imobilização de recursos (aquisição de imóveis, equipamentos etc.), nem investimentos (montagem de organizações, seed-money para abertura de empreendimentos, capital de giro, implementação de projetos etc.) e, em nenhum caso, contratação e custeio de terceiros.

6 – Para se inscrever no Mecenato como recebedor você deve responder as dez perguntas abaixo preenchendo corretamente o formulário:

1 – O que você fez nos últimos cinco anos?

2 – O que você está fazendo agora?

3 – Por que você acha que deve continuar fazendo o que você faz?

4 – Por que você avalia que não pode obter de outro modo os recursos de que necessita para continuar fazendo o que você faz?

5 – De quanto você precisa (em reais) para continuar fazendo o que você faz?

6 – Por quanto tempo você precisa desse recurso?

7 – O que mais você pretende fazer durante esse tempo?

8 – O que você pretende fazer especificamente no próximo ano?

9 – Como você pretende ajudar outras pessoas que você avalia que precisam ser ajudadas para continuar fazendo o que fazem?

10 – Diga o nome de três pessoas que você pretende ajudar no próximo ano?

|

PARA SER DOADOR (MECENAS)

CONDIÇÕES PARA SE INSCREVER NO MECENATO COMO DOADOR

1 - Quem quer ser doador (mecenas) não pode ter expectativa de reciprocidade. Mecenato não é a contratação de um assessor, consultor ou auxiliar. Não é dar um emprego ou uma “oportunidade” a uma pessoa para que ela possa desempenhar papéis que esperamos que ela desempenhe ou possa vir a desempenhar. Mecenato é um modo de financiar os novos papéis emergentes na sociedade-rede (como, por exemplo, os hubs, os inovadores e os netweavers) que ainda não são socialmente conhecidos e avalizados, nem economicamente bem remunerados. O doador não pode pedir nenhuma retribuição ou favor do recebedor como contrapartida ou em troca de tê-lo ajudado.

2 – Quem quer ser doador (mecenas) não pode estabelecer resultados esperados ou projetar metas para serem alcançados pelo recebedor. O recebedor não é alguém financiado para realizar um projeto (um job, uma tarefa determinada): o projeto é a vida. A única coisa que o doador vai poder acompanhar é a história de vida da pessoa que receberá seus recursos para decidir se quer ou não continuar ajudando-a.

3 – Os recursos doados no Mecenato não servirão para manter a sobrevivência de uma pessoa e sim para proporcionar condições mínimas para que ela possa continuar desempenhando determinadas funções que ela quer continuar desempenhando mas não pode ou não consegue (pelos motivos que ela mesma exporá). É como se fosse uma bolsa: uma bolsa de vida. O valor dessa bolsa deve ser o suficiente para que a pessoa possa satisfazer as necessidades mínimas para continuar sendo operacional (ficando em condições de fazer o que quer continuar fazendo). Assim, ela calculará suas despesas tendo como base, quando for o caso, itens como: moradia e taxas, alimentação, banda larga, plano de saúde, remédios, transporte, vestuário. O Mecenato não incluirá financiamento para imobilização de recursos (aquisição de imóveis, equipamentos etc.), nem investimentos (montagem de organizações, seed-money para abertura de empreendimentos, capital de giro, implementação de projetos etc.) e, em nenhum caso, contratação e custeio de terceiros.

4 – A própria pessoa candidata a receber recursos do Mecenato dirá o que fez nos últimos anos e o que está fazendo agora, por que acha que não pode auferir por outros meios o recurso de que precisa para continuar fazendo o que faz, de quanto precisa para continuar e por quanto tempo. Com base nesse perfil cabe ao doador (mecenas) avaliar se deverá ou não ajudar essa pessoa e de forma fará isso.

|

Estrutura da Plataforma

Homepage

Funcionalidades

A principais funcionalidades da plataforma são: a página do recebedor e os mecanismos de pagamento.

A página do recebedor deveria ser como um grupo do Ning (com possibilidades de abrir páginas, embedar vídeos, fazer upload de arquivos, enviar mensagens aos seus doadores etc.)

As funcionalidades da plataforma – no que tange às formas de pagamento – podem ser as mesmas do site Minimecenas.

No entanto, as faixas de valores devem ser outras (até porque o montante será estabelecido pelo próprio recebedor).

|

COCRIAÇÃO SOBRE ESTA IDEIA

Se você quer se juntar a esta ideia, modificá-la, melhorá-la, vá para o Festival de Ideias 2012 clicando aqui.

© 2019   Criado por Augusto de Franco.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço