Escola de Redes

 

O Festival de Ideias nasceu em 2011 por iniciativa do Centro Ruth Cardoso (CRC), com o objetivo de articular uma rede de pessoas interessadas em interagir e construir bons projetos com soluções inovadoras de desenvolvimento social. É um processo permanente de apresentação de ideias e de transformação dessas ideias em projetos viáveis.

 

Do início de 2012 até meados de março de 2013, 2.346 pessoas interagiram em torno de 532 ideias, polinizadas 1963 vezes em um processo de cocriação interativa que ocorreu virtualmente na plataforma http://festivaldeideias.org.br. A partir do final março de 2012 foi cocriado voluntariamente, por um grupo de participantes do Festival de Ideias, um site-agregador http://festivaldeideias.org para possibilitar que qualquer pessoa publique sua ideia onde quiser: na antiga plataforma do Festival, no seu blog, no seu site pessoal ou institucional, em qualquer plataforma de rede, no Facebook (página pública), no Google+ (idem) etc. É lá, no lugar em que a pessoa publicar sua ideia, que haverá a interação cocriativa (exigindo-se apenas que tal lugar tenha funcionalidades mínimas que permitam isso, como campo aberto de comentários, por exemplo).

 

A partir do início de 2012 começaram a ocorrer também sessões semanais e presenciais de cocriação, abertas, interativas e livres de atitudes que possam forçar caminhos. Não há orientação ou condução do processo. As pessoas chegam, agregam-se em mesas ou mesmo de pé e partem para a proposição e melhoria de ideias. Inicialmente apenas o CRC oferecia estrutura para as reuniões ocorridas semanalmente em São Paulo (na Rua Pamplona 1005) mas, a partir de 2013, os lugares de cocriação já estão distribuídos em todos os dias da semana em vários locais da capital e de outras cidades do país.

 

A partir de 2013, para instalar um local de cocriação interativa não é necessário mencionar o Centro Ruth Cardoso, nem mesmo a iniciativa Festival de Ideias: as pessoas são livres para inscrever ou não suas ideias no Festival (publicando-as no site-agregador http://festivaldeideias.org e concorrendo ao investimento-semente a ser  fornecido em um grande encontro anual). Se quiser se integrar à iniciativa, qualquer grupo de pessoas é livre para criar sua própria marca (logo) do Festival de Ideias e para criar sua própria plataforma.

 

O Festival de Ideias reconhece, porém, como iniciativas associadas, apenas aquelas que mantenham a prática da cocriação interativa: 1) entrada e tema abertos (qualquer pessoa pode entrar para cocriar e para propor temas inesperados); 2) desfecho aberto (não há um resultado esperado a ser alcançado); 3) processo free (não há uma metodologia ou um conjunto de passos que as pessoas devam seguir para atingir um objetivo prefixado: somente livre-conversação); 4) estrutura distribuída (em um campo de cocriação todos interagem em igualdade de condições: não há dirigentes, professores, palestrantes, coordenadores ou facilitadores e todos os cocriadores são netweavers); 5) dinâmica interativa (a cocriação não tem procedimentos participativos, como a reunião coordenada, a votação e a construção administrada de consenso: ninguém precisa acatar decisões, todos são livres para interagir como quiserem).

 

Há ainda grandes encontros presenciais, aos quais acodem centenas de colaboradores em ideias. Esses encontros são predominantemente dedicados à cocriação mas há também atividades de confraternização, debate e reconhecimento de ideias destacadas, reconhecimento este geralmente associado a fomentos em dinheiro (seed-money) e outros recursos que possam potencializar o desenvolvimento e a realização das ideias mais bacanas. Em 2011 e 2012 mais de 50 ideias receberam o investimento-semente do Festival e muitas dessas ideias viraram projetos já realizados ou em realização.

 

Até o momento foram realizados três grandes encontros: o primeiro em 2011 na Cinemateca Brasileira, o segundo e o terceiro em 2012 (no Auditório do Ibirapuera e na Casa da Cultura Brasileira). Está em preparação o quarto encontro, que se realizará nos dias 12 e 13 de junho de 2013 (novamente na Cinemateca Brasileira). Os encontros são, basicamente, mutirões de cocriação (ou desenvolvimento ágil) intercalados por breves conversas pontuais (de 1 hora) com alguns convidados especiais, sempre sobre o mesmo tema fulcral: a sociedade interativa.

 

Dezenas de vídeos que registram as atividades do Festival de Ideias estão disponíveis no Youtube http://www.youtube.com/watch?v=kT3bsQXI2Bg

 

A antiga plataforma do Festival de Ideias http://festivaldeideias.org.br conta (em março de 2013) com 2.319 pessoas registradas.

 

Há um grupo do Festival de Ideias no Facebook com 1.429 membros http://www.facebook.com/groups/festivaldeideias

 

O novo site-agregador http://festivaldeideias.org entrou em fase de teste no dia 20 de março de 2013.

 

Exibições: 164

Anexos

Respostas a este tópico

RSS

© 2019   Criado por Augusto de Franco.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço