Escola de Redes

Informação

BIBLIOTECA EDGAR MORIN

Grupo para reunir, comentar e estudar a obra de Edgar Morin

Membros: 116
Última atividade: 27 Maio

REUNINDO A OBRA DE EDGAR MORIN


PARA ACESSAR TODOS OS LIVROS DA BIBLIOTECA CLIQUE AQUI

PARA ACESSAR OS TEXTOS LISTADOS ABAIXO CLIQUE EM BIBLIOTECA EDGAR MORIN REORGANIZADA

MORIN, Edgar (2003): A cabeça bem feita

MORIN, Edgar (2002): Educação e cultura

MORIN, Edgar (2000): Os sete saberes necessários à educação do futuro

MORIN, Edgar (1999): Antropologia da liberdade

MORIN, Edgar (s/d): Da necessidade de um pensamento complexo

É necessário levantar, procurar a versão digital e pendurar aqui os demais.

Fórum de discussão

A VIA - INTRODUÇÃO GERAL

A VIA - INTRODUÇÃO GERALContinuar

Iniciado por Claudio Estevam Próspero 11 Ago, 2013.

A VIA - Mudar de via?

A VIA - Mudar de via? Continuar

Iniciado por Claudio Estevam Próspero 11 Ago, 2013.

A VIA - PRIMEIRA PARTE - As políticas da humanidade

A VIA - PRIMEIRA PARTE - As políticas da humanidade Continuar

Iniciado por Claudio Estevam Próspero 11 Ago, 2013.

A VIA - PRIMEIRA PARTE - Capitulo 1. Regeneração do pensamento político

A VIA - PRIMEIRA PARTE - Capitulo 1. Regeneração do pensamento político Continuar

Iniciado por Claudio Estevam Próspero 11 Ago, 2013.

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de BIBLIOTECA EDGAR MORIN para adicionar comentários!

Comentário de Augusto de Franco em 3 março 2012 às 8:15

Hehe, Helvécio, é bem mais antiga a raiz do problema. Leia o texto Multiversidade.

Comentário de Helvécio Rodrigues A. Morais em 2 março 2012 às 20:48

As ciências tradicionais positivistas, que cresceram com a sociedade burguesa e capitalista, e ainda hoje são dominantes nas universidades e institutos de pesquisas, incluindo os sistemas ético-moral, político, econômico, religioso e artístico, enraizados no paradigma da objetividade, da representação, da produção, do crescimento, da exclusão, do extermínio e da competição, todas essas dimensões e esferas colonizadas pelo pensamento dito científico e pelas atividades burguesas que relegaram a vida ao mais baixo nível de importância e valor, desde que nasceram estão sendo confrontadas e desafiadas a assumirem seu potencial estrutural destrutivo, de uns 500 anos para cá, desde o renascimento e mais intensamente a partir do iluminismo que as estimularam vertiginosamente, e principalmente nos últimos 60 anos, em vista das novas descobertas e realidades que estão sendo construídas por pessoas como Morin que vêm destoando do coro do discurso oficial e inclusive até em vista dos efeitos benéficos produzidos por algumas das criações tecnológicas mais promissoras viabilizadas por estas ciências tradicionais, as redes sociais virtuais.

Comentário de Manoel Alexandre F Toledo em 13 novembro 2011 às 21:08

Li  até o momento 3 obras de Morin: "Ciencia com consciencia", "Rumo ao Abismo" e "Meu Caminho"... apaixonei-me pelo autor... Sinto-me completamente sem amarras com ele... livre !

Comentário de Sérgio Luís Boeira em 19 setembro 2011 às 9:47

Pessoal

 

Na Multiversidad Mundo Real Edgar Morin, criada em 2006 no México, há diversos livros de Morin e outros sendo distribuídos gratuitamente.

Vejam em

http://www.multiversidadreal.org/

 

Abraços

Comentário de Adriana Costa em 11 fevereiro 2011 às 11:41
Estou lendo o livro AMORPOESIASABEDORIA de Morin.Estou adorando este lado poetico explicito dele e queria compartilhar;
" A questao do amor resume-se a essa possessao reciproca: possuir o que nos possui.Somos individuos produzidos por processos que nos precederam,somos possuidos por coisas que nos ultrapassam e que irao alem de nos,mas,decerto modo,somos capazes de possui-las.
Comentário de flavia maria pereira marques em 23 dezembro 2010 às 13:39
Quando penso sobre a historia da hamanidade, fico perplexa em rever tais acontecimentos se repetindo, sei lá é como se uma especie de dejavour historico, mais o que me deixa mais intrigada é o fato de "nós" nos acostumarmos com as coisas com tanta facilidade, o que estou querendo dizer é que perdemos em algum momento a nossa liberdade de ser humano. Ésso!
Comentário de Jose Pedro Naisser em 30 outubro 2010 às 15:29
Amigos e Participantes da Biblioteca Edgar Morin.

Vivemos os moemtos mais dificeis na historia da humanidade, a Era das Incertezas, Degraçao dos Valores Humanos, mas parece que na contra-mao da historia o Grande Fisolofo Frances Edgar Morin que nos seus 85 anos de vida, na sua maioria dedicados ao Ser Humano, quer ver o seu Projeto Reeligaçao dos Saberes colocado em pratica, somente assim poderemos ter um mundo melhor, para juntar ao do Grande Fisolofo colocamos o nosso tambem com o titulo O Despertar da Consciencia, onde poderemos Educar os 6,8 Bilhoes de Seres Humanos para a Paz, Saude, Tecnolgia e Sustentabilidade, mas isso so pode acontecer se for para os USA, ou Uniao Europeia, onde a Educaçao e os Saberes tem valor, por aqui esta dificil de colocarmos em pratica.

Vamos ver como fica.

Jose Pedro Naisser.
Ecologista.
Curitiba.Pr.;
@globalecologist
Comentário de Ieda Garms Macedo Lamb em 30 outubro 2010 às 15:20
Olá amigos,
Estou tentando implementar na I.E.S na qual atuo, ações ligadas a interdisciplinaridade e pensamento complexo.Participar deste grupo será muito enriquecedor para meu trabalho.
Comentário de Marcela Aparecida de Abreu em 1 setembro 2010 às 17:31
Os sete saberes necessários à educação do futuro, é um excelente livro, sendo sua leitura obrigatória àqueles que já são ou ainda serão educadores.
Comentário de Nilce em 15 fevereiro 2010 às 8:20
Idem, Robson.
"A cabeça bem-feita
->repensar a reforma -
-reformar o pensamento <-"
ed. Bertrand Brasil
 

Membros (116)

 
 
 

© 2017   Criado por Augusto de Franco.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço