Escola de Redes

Colegas, estes dias me peguei rabiscando a minha própria rede social com o objetivo de visualizar o grau de influência que os contatos dos meus contatos podem exercer  em minhas atividades.

Resultado: um belo borrão!!

 

Pergunto. Aguém já fz esta experiência? Utilizou alguma ferramenta especifica?

 

Me ajudem

Um abraço

 

Fabio Ignácio

 

 

Exibições: 550

Respostas a este tópico

Olá Fábio,

Eu tive esta ideia e usei o SocNetV.

Coloquei 56 nodos e não ficou um borrão; deu para começar a enxergar os clusters, mas ainda é uma rede muito "eu-cêntrica".

Tenho a intenção de criar um projeto para uma construção coletiva deste grafo. Se tiver interesse em conversar, entre em contato: luciano@lpalma.com.

Abraço,

Luciano

Fala Luciano, tudo bem?

Eu acredito que não de para fugir do "eu-centrismo" afinal de contas é a nossa eu-rede. O desafio, na minha opinião é a organização da informação e a ferramenta que vai nos dar condição de utilizarmos isso de forma estratégica. Vou olhar o socnetv e entro em contato com você no seu e-mail para trocarmos contatos.


Um abraço
Luciano Palma disse:

Olá Fábio,

Eu tive esta ideia e usei o SocNetV.

Coloquei 56 nodos e não ficou um borrão; deu para começar a enxergar os clusters, mas ainda é uma rede muito "eu-cêntrica".

Tenho a intenção de criar um projeto para uma construção coletiva deste grafo. Se tiver interesse em conversar, entre em contato: luciano@lpalma.com.

Abraço,

Luciano

Olá Fábio e Luciano

Também considero o SocNet uma ótima opção, mas pode-se avaliar outras, também free: o ORA da CASOS/Carnegie-Mellon é muito poderoso e permite desenhar a rede graficamente (o que é muito prático), entre outras formas; o NodeXL é simples (funciona com o Excel) e rápido para mapear redes sociais, apesar de ter poucas medidas.

Um abraço

Áureo Gaspar

aureo.gaspar@gmail.com

 

O Netdraw tem uma função específica para desenhar egonets! É bem fácil!

Fabio, dá uma olhada nisto:

Facebook friends2pajek application (http://apps.facebook.com/friends_to_pajek/)
offers a simple way to export your personal Facebook network into Pajek format.
When the file is created, it can be imported into Pajek (version 2.00 or later)
or opened in any Unicode plain text editor.

Application is still in beta (very large networks are not supported yet); if you
find a bug or if you have feature request please do not hesitate to contact me.

Obrigado Clara.


Vou olhar já

Um abraço

 

 

Clara Pelaez Alvarez disse:

Fabio, dá uma olhada nisto:

Facebook friends2pajek application (http://apps.facebook.com/friends_to_pajek/)
offers a simple way to export your personal Facebook network into Pajek format.
When the file is created, it can be imported into Pajek (version 2.00 or later)
or opened in any Unicode plain text editor.

Application is still in beta (very large networks are not supported yet); if you
find a bug or if you have feature request please do not hesitate to contact me.

Eu fiz,  mas não tem uma ferramenta completa, que faz todo. Utilizei uma para Facebook, outra para LinkedIn e uma outra para Twitter.

Onde você e mais ativo?

Para o Gmail (sou um clásico, tento que todo passe por meu email)  utilizo Gist, Rapportive e MailBrowser.  Não desenham a rede mas aportam muita informação.

Se gosta de criar a rede manualmente, eu utilizo Visone. 

Facebook tem um bom plugin para mapear parte da sua rede.
Que tal um encontro presencial para mostrar essas experiências e discutir os pros e cons de cada ferramenta e de cada approach?

Boa idéia Sergio.

Como organizamos este encontro?

Abraço

Sugiro o seguinte.

Aí entramos na esfera dos processos, hehehe. Não acredito muito na espontaneidade dessas coisas.

  • alguém tem que assumir a liderança (pode ser você). Tendo alguém assumido a liderança, é 95% de probabilidade de que o encontro acontece.
  • conversa individualmente com cada um dos que apareceram mostrando interesse na discussão, pra ver se topam esse encontro.
  • até aí é fácil. O mais difícil é o subprocesso de agendamento:-)). Bolei um algoritmo que tem funcionado bem.
    • Fixe uma semana, e comece olhando a tua agenda.
    • Ofereça o maior número de opções possíveis, pelo menos 3.
    • peça a cada um que rankeie pela ordem de preferência entre as suas opções possíveis.
  • a partir daí fica fácil. A parte matemática é a mais simples, e a data e horário saltam à sua frente.

Local? Na sociedade em rede, espaço é commodity, tá cheio por aí.

No limite, se tiver que pagar, tenho algumas opções, e aí a galera racha o custo.

 

Uma reflexão filosófica para polemizarmos:

O recurso escasso não é espaço (commodity), nem dinheiro (todos poderão pagar).

A escassez está no tempo e no mindshare, que significa prioridades. Escassez de tempo existe, contrariando todos os que nos dizem que estamos no mundo da abundância.

Novas hierarquias se formarão porque a escassez de fato existe.

Mas não quero polemizar sobre isso não:-)))

Quero participar desse encontro.

 

 

Olá, acompanho tudo à distância, mas estou interessada em me envolver mais com os assuntos aqui abordados. Então, por gentileza, algúem poderia me indicar alguma leitura para eu me inteirar dos termos aqui abordados (grau de influência, clusters, eu-centrica - posso entender este por infer^rencia... -) ?

Enfim, onde encontro as explicações básicas para o que são redes, como desenhá-las e analisá-las?

Grata, abs, Cris

RSS

© 2014   Criado por Augusto de Franco.

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço