Escola de Redes

Uso do Ning - vamos bolar a pedagogia adequada?

Caros (e acho que especialmente para o Sílvio)

Deve haver já boas práticas de uso do ning, que nós ainda desconhecemos.
Ou melhor, alguns conhecem e outros não. Mas como dizia um conhecido presidente da HP, "se a HP apenas soubesse o que ela sabe, nossos resultados seriam 3 vezes melhores".

Pego um ponto concreto. Em nossa página do nodo SP, percebi um grande problema de usabilidade, que os que sabem mais sobre o ning podem talvez nos ajudar a resolver. Reparem lá:
- no topo está a mensagem mais antiga, embora bem importante.
- ela é seguida por 3 rolagens de tela com fotos etc., que nos distanciam do que há de novo
- o que há de novo são os últimos comentários sobre a página, que talvez devessem ser tratamento de manchete.

Qual a flexibilidade de design que o ning nos oferece para podermos otimizar a arquitetura da página, pondo em cima os mais importantes, deslocando páginas antigas para outro lugar que pode ser alcançado através de links etc.?

Talvez umas dicas possam nos ajudar bastante a fazer as mudanças, no máximo na data da reunião presencial (ou antes). E isso certamente encorajará novos visitantes a aderirem ao nodo SP.

Um abraço
Sérgio Storch

Exibições: 500

Responder esta

Respostas a este tópico

Obrigado, Sílvio

Você acharia legal, do ponto de vista de uma arquitetura de colaboração, termos em cada nodo regional alguém que possa manter os colegas no estado da arte, e focalizar nessas pessoas o processo de aprendizagem em rede?

Um abraço
Sérgio
Oi pessoas do bem, quando vc é administrador da rede vc pode mudar os módulos de lugar clicando em administrar/ sua rede, e dai vc tem um quadro com os módulos que formam a estrutura da página principal que vc pode mudar de lugar arrastando as caixa dos módulos para onde vc quiser.
Oi Sérgio!
Tenho usado o Ning em outras comunidades, inclusive, criei uma nova comunidade aqui para um novo trabalho que estou fazendo.
Acho que seria bom, sim, se tivéssemos + opções de layout. Mas o ótimo é inimigo do bom (né, Sílvio?)... O que quero dizer é que quanto mais opções a ferramenta oferecer, em geral, mais difícil de usar e, mais ainda, de "startar" (perdão!).
De fato, na maioria dos casos, nessas ferramentas, só quem administra pode fazer mudanças. Então, aqui há algumas possibilidades. Pensei agora em duas: pedir ao Augusto que faça as mudanças ou solicitar que ele compartilhe a resposabilidade da administração com alguém que esteja disposto a fazê-las.
Quanto a ter alguém "em cada nodo"..., provoco: por que? Não bastariam "alguéns" distribuídos na rede toda que alimentassem aquele grupo que foi criado para isso?
De qq forma, tô adorando a discussão. Seja pq adoro essas ferramentas, seja pq vai nos ajudar a utilizá-las melhor.
Um abração a todos,
Cláudia
PS Ségio, tenho andado bastante por São Paulo. Vamos tomar um café uma hora dessas?
Oi Cláudia,
Claro! Liga pra mim!
36669005, 86440721
Um beijo
Sérgio
Acho que o Algarra pode nos ajudar nisso, Sérgio. Alou, Algarra, na escuta?
Oi Sérgio

Basta destacar a mensagem que você acha ser mais importante. Ir na pagina do administrador no item apresentar e dar um clique. Pronto a mensagem ficou em destaque com uma estrelinha e aí, ela passa para o lugar da mais recente mensagem postada. Ok

Abraços
Miguel Jorge
Olá,

Tentei colocar um post no meu blog sobre análise de redes. Quis inserir imagens de redes, mas não consegui. Considero as imagens essenciais para o entendimento de uma análise de redes. Esta limitação é minha? Sou eu que estou fazendo algo errado ou é do software?

Pensei em colocar uma apresentação em ppt, mas também não descobri como fazer isso.

Alguém pode me ajudar?

Abraços

Clara
Oi Clara,
tudo isso é possível. E é facílimo.
Para publicar imagens basta clicar no último quadradinho da barra de ferramentas de edição que fica acima da caixa onde você escreve. Você tem que salvar a imagem no seu computador antes.
Para publicar PPT, aconselho fazer um upload em www.slideshare.net e depois publicar como vídeo (copiando e colando o código embutido).
Aliás, aproveito para dizer que existe sim um motor de busca aqui no NING (veja acima à direita).
Abraços,
Augusto

Clara Pelaez Alvarez disse:
Olá,
Tentei colocar um post no meu blog sobre análise de redes. Quis inserir imagens de redes, mas não consegui. Considero as imagens essenciais para o entendimento de uma análise de redes. Esta limitação é minha? Sou eu que estou fazendo algo errado ou é do software?
Pensei em colocar uma apresentação em ppt, mas também não descobri como fazer isso.

Alguém pode me ajudar?

Abraços

Clara
Augusto, obrigada pelo retorno.

Tentei o slideshare, consegui o upload, mas quando clico no arquivo para ver a apresentação aparece erro 507... um bug...

Voltei lá agora, no slideshare e os arquivos que baixei não estão mais lá! Já fiz 3 tentativas, estou quase desistindo.

Abraços

Clara
Eis aí o que acontece quando tento inserir uma imagem no texto do blog... Desisto!

Vou abordar aqui uma vivência prática de análise de redes sociais. Diz o David Ugarte que uma análise é sempre intuitiva. Certamente o é! Mas o que não é antes intuição e depois sugestão ou definição?
Segundo o rabino Nilton Bonder (dica do Sérgio Storch) existe o aparente e o oculto. O aparente no oculto e o oculto no aparente e, claro, o oculto no oculto. Digamos que uma análise de redes sociais é a habilidade de encontrar o oculto no oculto.

Os dados para uma análise podem ser colhidos de várias formas: através de questionários (geralmente coloco um site no ar para colher as respostas), uitlizando os arquivos de log de e-mails e/ou de ligações telefônicas, ou capturando dados de qualquer outra ferramenta de comunicação que a empresa possua.

Trabalho com a idéia de fluxos síncronos (mesma intensidade de troca entre as pessoas), assíncronos (intensidades diferentes) e nulos (fluxos que poderiam existir, mas não existem).

Observem este gráfico de um grupo de 92 pessoas:
Credo! A imagem não apareceu no meu blog, mas aparece aqui, que surra!
Depois de muita briga consegui me entender com as imagens no blog.
O que eu observei:
1. entra o código da imagem quando se está compondo a mensagem, só quando se publica é que a imagem se forma.
2. O código entra sempre na primeira linha do texto, é preciso colocá-lo no lugar certo (copy/paste/delete)

Sofrido montar um texto com imagens! Mas possível...

Clara

Responder à discussão

RSS

© 2019   Criado por Augusto de Franco.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço